Quando você investe em um CRM imobiliário, é natural esperar que o sistema seja utilizado ao máximo. Nesse post vamos falar sobre como aproveitar ao máximo essa ferramenta através de integrações com CRM imobiliário.

As expectativas surgem não apenas pelo custo gerado. Ela se justifica também pela promessa de um desempenho melhor na rotina da sua imobiliária.

Para que o CRM entregue o esperado, você precisa, entre outras coisas, que ele seja usado. Pode parecer óbvio mas, em algumas imobiliárias, esse se mostra um problema recorrente.

Meu colega Gabriel falou sobre isso em um post recente aqui do blog:

CRM imobiliário: como incentivar seus corretores a usá-lo

De forma geral, as integrações com CRM imobiliário são uma ótima forma de aproveitar o sistema ao máximo. Nesse caso, porém, não nos referimos somente à usabilidade em si, mas à resultados mais diretos na sua imobiliária.

Integrações com CRM imobiliário

Quando falamos em integrações, pensamos em ferramentas externas ao CRM mas que o complementam. Nesse post vamos falar sobre as seguintes possíveis integrações:,

  • Site imobiliário
  • Portais imobiliários
  • Ferramentas do Google
    • Tag Manager
    • Analytics
  • Facebook Pixel
  • Outras ferramentas

Contudo, tenha em mente que outras integrações, além das citadas acima, também podem ser feitas. Tudo vai depender das ferramentas que você utiliza, a importância de tê-las integradas e o CRM que você utiliza.

1. Integração com site imobiliário

Essa é a mais óbvia. A integração do CRM imobiliário com o site é uma das funcionalidades mais básicas da ferramenta. Ter a possibilidade de colocar os imóveis no CRM e vê-los indo diretamente para o seu site é uma grande vantagem.

Os motivos são vários: todos os imóveis ficam armazenados no mesmo lugar, você consegue colocar observações e notas, sem ter que deixá-las expostas no site, etc.

2. Integração com portais imobiliários

Aí entra o primeiro elemento que vai exigir mais trabalho da sua parte.

Depois de colocar seus imóveis no CRM você pode aproveitar as integrações para colocá-los nos portais que você quiser.

Nesse item vale a reflexão: em quais portais você quer colocar seus imóveis e por que?

Por muitas vezes, algumas imobiliárias e corretores querem colocar seus imóveis em todos os portais disponíveis. Pior ainda, é quando querem pô-los apenas nos portais gratuitos.

Vou falar desses dois casos separadamente.

Colocar os imóveis em todos os portais

A verdade é que essa estratégia não é errada. Contudo, ela pode se tornar um gasto desnecessário para sua imobiliária.

Você pode, sempre, descobrir quais:

  • portais têm mais demanda na sua região;
  • são mais relevantes para seus clientes;
  • trazem mais retorno dos usuários.

Se você descobrir quais portais trazem melhores resultados, irá economizar. Esse dinheiro economizado pode ser investido em outras estratégias como Google ADs, por exemplo.

Colocar os imóveis apenas em portais gratuitos

A verdade é que portais gratuitos podem ser um tiro no pé. Tirando o fato de não terem custo algum, eles não oferecem grandes vantagens.

Com páginas pouco atrativas – e pouco intuitivas, esses portais acabam se tornando um desserviço. Seu uso difícil e design pouco atraente afastam os usuários.

Além disso, eles acabam sendo de uso mais complicado para você, que pode acabar se perdendo nas vendas/aluguéis. Veja bem: eles não serão abomináveis, mas dificilmente trarão o resultado que você espera.

Mais uma vez se mostra importante avaliar qual portal terá resultados mais positivos com o seu público e investir nele. Se você observar e estudar os resultados em cada portal, terá resultados satisfatórios a preços satisfatórios.

3. Integrações com ferramentas do Google

As ferramentas do Google se mostram importantes nas táticas de marketing de uma imobiliária. Quanto mais engajada no digital a empresa estiver, mais essa frase é verdadeira.

Duas das principais ferramentas são o Google Tag Manager (GTM) e o Google Analytics.

Com o Tag Manager você consegue sincronizar toda e qualquer ferramenta do Google que você utiliza com o seu site – e com seu CRM. Ele será o intermediário dessa integração.

O Analytics é uma dessas ferramentas que você deve integrar com o GTM. Ele, por sua vez, trará números e análises referentes aos acessos realizados no seu site.

Essas informações são importantíssimas para entender melhor o seu público e aprimorar sua táticas de marketing digital. Contudo, existem diversas outras ferramentas do Google que podem se mostrar úteis no dia a dia. O Google Agenda é uma delas.

Integrá-lo com seu CRM pode facilitar muito a organização da sua rotina, tornando-a mais prática. Falamos sobre mais vantagens do Google Agenda no vídeo abaixo:

4. Integração com Facebook

O Pixel do Facebook é a ferramenta que irá ajudá-lo a entender se seus anúncios estão gerando conversões – e o quanto estão.

Graças a ele, você poderá transformar essas informações em remarketing nessa rede social. Ou seja, as pessoas irão ver anúncios no Facebook baseados nos imóveis que elas pesquisaram no seu site, por exemplo.

Além disso, é possível também ter todo seu catálogo de imóveis no Facebook.

Você entende completamente essas duas integrações e o remarketing no Facebook assistindo vídeo a seguir:

5. Outras ferramentas

Essas não são as únicas integrações possíveis. Integrar seu CRM com o RD Station é uma opção, por exemplo.

É importante avaliar quais ferramentas você utiliza no dia a dia da sua imobiliária que precisam ser integradas ao seu CRM. Por vezes, contudo, a palavra não será “precisar”.

Algumas integrações podem não ser necessárias mas serão extremamente vantajosas. Seja ou por questões de tempo, ou de pessoal, etc.

Por fim, quanto mais bem integradas forem as ferramentas dentro da sua imobiliária, mais fácil será o seu dia a dia.

[Total: 0   Average: 0/5]