Caução de aluguel: como funciona essa garantia?

Durante o processo de assinatura do contrato de aluguel de um imóvel, são solicitados documentos para garantir que as parcelas serão pagas nas devidas datas. O cheque caução pode ser um desses documentos! Ele nada mais é que um adiantamento de no máximo três meses de aluguel.

É um recurso muito utilizado por locatários que não contam com fiador e é uma segurança para o dono do imóvel.

Quer entender mais sobre o assunto? Iremos explicar a você com detalhes o que é um caução de aluguel e apresentar os fatores que levam a escolha desse tipo de garantia imobiliária. Acompanhe!

O que é um caução?

Caução de aluguel é uma quantia paga ao locatário (dono do imóvel) pelo locador (quem irá alugar) no momento do contrato de locação. É uma garantia de que o locador não sairá no prejuízo, caso ocorra atrasos da parcela do aluguel ou eventuais danos físicos no imóvel.

Existem algumas formas de acordar um caução. Na maioria das vezes ele é simplificado por transferência bancária ou a assinatura de um cheque. Outra opção é o dono do imóvel e o locatário abrir uma conta conjunta. Nela, a pessoa que está alugando a propriedade irá realizar o depósito de adiantamento.

O valor do caução de aluguel deve estar de acordo com a Lei 8.245/1991, chamada de Lei do Inquilinato, que diz que o total adiantado deve ser de no máximo três meses de aluguel. Esse valor deve ser devolvido após o término do contrato, corrigido com os juros, caso o locatário tenha cumprido com seus compromissos de pagamento.

O que é um cheque caução?

Cheque caução, como o nome diz, é um cheque assinado pelo locatário com finalidade de assegurar o dono de um imóvel do recebimento do aluguel. O valor do cheque só será descontado caso aconteça algum problema ou situação fora do acordado pelo contrato assinada por ambos.

Leia também: As vantagens e desvantagens do contrato de locação sem garantia!

Como funciona o caução de aluguel?

O processo de preenchimento do cheque caução é simples. O locatário irá colocar os dados pessoais e também a data limite para o desconto, que deve ser próxima ao término do contrato para garantir que este valor esteja disponível durante todo o período de locação.

No verso do cheque, é importante escrever para o que aquele valor é destinado, veja um exemplo: "cheque caução para ser descontado apenas após 30 de setembro de 2022 (inserir a data), caso haja algum problema contratual de pagamento de aluguel do imóvel durante o período de minha estádia".

Vantagens e desvantagens do cheque caução

O cheque calção em um aluguel de imóveis é uma maneira de fácil acesso e controle para todas as partes envolvidas. Apesar de cada vez menos usado, ele é vantajoso principalmente para aqueles que tem dificuldade de comprovar que pode arcar com as despesas de locação.

Seja pelo nome estar negativado ou estar envolvido em um processo de renegociação de dívidas, esta seria uma alternativa possível para estas pessoas conseguirem fechar um contrato de aluguel.

O cheque caução também é uma ótima alternativa para aqueles que não contam com um fiador. Já imaginou alugar uma casa ou em uma cidade que acabou de se mudar e onde você ainda não conhece ninguém?

Então! Esta seria uma forma de garantir ao locatário que você irá arcar com os compromissos de pagamento. Porém, diferentemente da transferência ou depósito, o cheque caução possui uma segurança muito mais manual e bancária.

Algumas das desvantagens é que ele pode retornar, ser descontado antes da data por engano ou, ainda, sustado em algum momento dentro do período de aluguel. O banco não irá conferir o que foi acordado entre as partes. Então, uma forma de se defender contra esses imprevistos, é garantir que todas as informações necessárias estejam bem explícitas no cheque.

Não esqueça de fornecer um recibo do cheque caução.

Caução ou seguro fiança: qual a melhor garantia?

Outra documentação muito comentada no mundo imobiliário é o seguro fiança. Ele é outra opção para o inquilino que não possui fiador. Nada mais é do que uma mensalidade paga ao locatário, com a função de cobrir os possíveis danos a causados ao imóvel alugado ou a falta do pagamento de aluguel.

Para o proprietário do imóvel, o seguro fiança é a opção que apresenta mais benefícios!No caução, caso o inquilino fique inadimplente, o locatário só tem a garantia do valor de três meses de aluguel. Ou seja, ele pode ficar no prejuízo caso a falta de pagamento aconteça mais do que esse período.

Em alguns casos, como o locador se recusar a sair da propriedade, pode ser preciso abrir um processo de despejo, o que pode aumentar o prejuízo do dono do imóvel, que terá que gastar com advogados.

Já no seguro fiança, a parte burocrática ocorre diretamente com a seguradora ou com o corretor de seguros, oferecendo mais segurança e comodidade ao locador. É sempre importante conversar com seus clientes para encontrar a opção de garantia que mais se enquadra para cada perfil de negócio.

Lembre-se de organizar junto ao financeiro da sua imobiliária, a melhor forma de ofertar essas garantias de pagamento.

De repente, existe um cliente que está há muito tempo dentro da sua imobiliária e este deseja utilizar cheque caução. Será mais fácil optar por esse método do que perder um cliente e prejudicar seu negócio. Analise cada caso!

You've successfully subscribed to Jetimob Blog
Great! Next, complete checkout to get full access to all premium content.
Error! Could not sign up. invalid link.
Welcome back! You've successfully signed in.
Error! Could not sign in. Please try again.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
Error! Stripe checkout failed.
Success! Your billing info is updated.
Error! Billing info update failed.