Topo
como a nova geracao compra imoveis

Como a nova geração está comprando imóveis

Uma revolução tecnológica chegou junto com a nova geração, que está mudando a forma de fazer negócios. Os chamados “millennials” estão mais engajados em questões sociais, dispostos a aderir aos bens compartilhados, abrir mão do consumo exagerado e preferem ir viajar antes de comprar um imóvel. A tendência no mercado imobiliário está mudando por causa deles!

A geração dos “millennials” têm sido pauta de discussão em todos os meios, incluindo vendas e marketing. E adivinhe, no setor imobiliário não é diferente!

Esta tendência no mercado imobiliário tem atrasado, digamos assim, a entrada deste público no mercado de imóveis. Isto quer dizer que a nova geração não compra imóvel? Não. Apenas compra de forma diferente.

Millennials são compradores de primeira viagem e são o grupo dominante que usa a internet para procurar imóveis. Porém, esta geração anda abrindo mão de compras grandes, como carro e imóvel.

No geral, eles preferem alugar do que se comprometer por muitos anos com um financiamento. Isto porque seus valores mudaram, em relação ao que era segurança no tempo de seus pais.

Se antes sucesso era ter carro e casa própria, hoje, para eles, é ter experiência de vida e viagens. Esta tendência no mercado imobiliário requer todo um novo posicionamento das empresas e corretores.

Se, de um lado, os créditos e taxas de juros são mais facilitados para este público, do outro lado temos um público não muito entusiasmado com esta compra. Este público tem um formato de horário de trabalho mais flexível, independência econômica e geográfica. Assim, viver de aluguel faz muito mais sentido.

Tendência no mercado imobiliário

A grande tendência imobiliária nesse cenário são os micro investidores, que vão comprar uma fração de um imóvel (imóvel compartilhado) e colocar para aluguel.
Outra tendência imobiliária para esta geração são empreendimentos com com sofisticados recursos de automação predial e residencial, internet de alta velocidade, serviços agregados, entre outros, como bicicletários e área de coworking.

Além disso, este público tem um olhar de responsabilidade com o futuro, por isso prédios que tenham captação de água, luz solar, reciclagem de lixo e espaços de serviço compartilhado, como lavanderias e cozinhas comunitárias, ganham espaço.

Independência e economia = imóveis menores

Além de uma boa localização, esse público opta por apartamentos menores, pois além de economizar, é um público que quer ser independente. Nesse sentido, a preferência são apartamentos com até um dormitório ou quitinetes.

Tendências no mercado imobiliário para a nova geração

O mercado imobiliário terá que investir pesado em inovação e experiência do usuário para cativar este público. Estamos falando desde tomadas USB nos apartamentos, até recarga para carros elétricos na garagem. Não é mais ficção científica, é o presente!

Outra grande tendência no mercado imobiliário para a nova geração é aliar a tecnologia ao dia a dia da casa. Poder ativar a luz, o ar condicionado ou chamar um táxi através de um app, longe de casa, por exemplo.

“Os millennials têm acesso rápido às informações. Sobretudo, são atentos e são exigentes e não se deixam levar facilmente pelos discursos”.Nesse sentido, para eles, valores éticos são importantes na hora de comprar um imóvel.

Essa exigência se aplica a qualquer tipo de negócio e produto. Mas afinal, qual é o comportamento dessa geração inquieta e antenada na hora de procurar um lugar para morar?

Como atender a este público

Eles buscam ajuda de um corretor especialista, embora tenham acesso à muita informação. Eles se sentem inseguros em relação a esta compra tão complexa e precisam de profissionais que tenham um olhar antenado para esta geração e saibam traduzir seus anseios.

O que focar na venda de imóveis para essa nova geração?

O corretor deve focar muito na localização, pois este público valoriza uma boa infraestrutura urbana de transporte público e serviços, além de opções de lazer. Visto que, outro ponto importante para esta geração em relação ao mercado imobiliário é a relação transparente. Seja honesto nas informações.

Como vender um imóvel para a nova geração?

Use muito as redes sociais para se comunicar com este público e ofereça muito conteúdo de qualidade, com informações úteis. Dessa forma, tenha uma estratégia de marketing focada no relacionamento. Foque muito, mas muito mesmo, em fotos de qualidade, que sejam compatíveis com a visualização em smartphones. Portanto, este é o jeito que ele compram imóveis, como se estivessem pedindo uma comida 🙂.

Carta de um Millennials a imobiliárias

Em março, no Blog Rethink, foi publicada uma carta de um “millennial para o mercado imobiliário”. Abaixo uma tradução livre dos principais pontos desta carta.

“Querida Imobiliária
Sou Um Millennial, mas não me chame assim. Esse termo está associado à vagabundagem, preguiça, a ser mimado… Estou cansado de ouvir sobre isso. Eu sou um comprador de imóveis de primeira viagem, o que provavelmente significa que tenho muitos financiamentos estudantis para pagar. Tenho um trabalho que amo e agora está na hora de fazer algo que meus pais fizeram muito, muito cedo antes – comprar uma casa.
Tudo que eu compro é sob demanda. Faltou sabão? E compro pelo site da Amazon e chega amanhã. Preciso de uma carona? Tem o Uber, minha vida é construída em volta de eficiência e conveniência.
Encontrar um corretor em quem posso confiar é difícil. Desta forma, ver seu rosto num busdoor ou num outdoor não irá ajudar.
Eu já sou bombardeado com muita informação, eu não leio jornal, não abro anúncios do Facebook. Você precisa ter conteúdo de qualidade para me convencer a olhar suas ofertas. Minha confiança vem através da sua transparência.
Faça da sua marca pessoal, bem pessoal: me fale de você (…);
Use o máximo que puder de documento digitalizado (…);
Não envie um monte listas sem personalidade (…);
Seja um expert (…);
Seja criativo (…).”

E..parece que não vai ser fácil. Melhor você se preparar, o mercado já mudou.

[Total: 3    Média: 3.7/5]