Topo

Aprenda a organizar um email marketing que vende

O email marketing é uma poderosa ferramenta de vendas e um dos cernes do marketing digital. Este mecanismo deve ser usado como parte da estratégia do planejamento de vendas.

O marketing digital fundamenta sua lógica em gerar conteúdos que atraiam leads (potenciais interessados) que, através do trabalho consistente de outras ações, incluindo email marketing, transformem estes leads em prospects e futuros clientes.

O e-mail marketing para corretor de imóveis  não é diferente. Tem a mesma função e, se for usado de forma criativa e interessante, pode gerar bons negócios e intensificar a relação com seu cliente.

O que é um e-mail marketing?

Além de ser uma das mais eficientes e baratas ferramentas para comunicar seu produto ou serviço, ele tem a maior taxa de conversão de vendas entre os canais digitais.

Ele pode ser desde uma simples informação (como mudança em alguma lei imobiliária ou em taxas de financiamento) até uma mensagem modelada para vender ou alugar um imóvel.

Sobre a regulamentação:

Existe uma lei que regulamenta a prática de email marketing, e nela constam o que pode ou não ser feito. Mas basicamente:

  • Jamais compre mailing (banco de dados) para obter endereço de email;
  • Não utilize mensagens abusivas, ofensivas, preconceituosas, etc.;
  • Respeite as opções de opt in e opt ou: opt in (a pessoa aceitou fazer parte da sua lista) e opt out (a pessoas solicitou o descadastramento da sua base);
  • Não envie anexos, a menos que seja contratos ou NF. Fotos, vídeos, folder eletrônicos, devem estar no corpo do e-mail ou com link para acesso em outro local;
  • Tenha um domínio próprio (seu nome@nomedaempresa.com.br). E-mails comerciais como Hotmail e Gmail são considerados spam e muitas empresas entendem como vírus. Além do mais, um e-mail profissional dá mais credibilidade;
  • Não exagere na frequência. Um a dois e-mail marketings por semana é suficiente. Apenas intensifique se for uma promoção específica ou evento;

Métricas e indicadores:

O mercado oferece uma série de ferramentas gratuitas para automatizar o envio e medir a efetividade do seu e-mail marketing como corretor de imóveis (número de cliques, quantas pessoas abriram, quantas foram até sua página, etc.). A ferramenta mais indicada para uso inicial é o MailChimp, uma plataforma gratuita com base de até 5 mil nomes.

É bem importante você ter uma ferramenta destas pois, além de poder programar os envios e importar sua lista de e-mails em vários formatos você pode criar layouts diferentes com muitas possibilidades de personalização, integrar o sistema com suas redes sociais, com seu CRM, com o Google Adwords e com Google Analytics.

Email marketing para corretor de imóveis

1. Formando sua base de mailing

Corretores de imóveis geralmente têm uma ampla carteira de clientes que, em algum momento, já forneceram seus e-mails. Faça uma planilha no Excel com estes dados e/ou importe para um sistema de CRM. Seu mailing é a coisa mais valiosa que você tem! Atualize frequentemente.

Para captar mais nomes para a base do seu email marketing para corretor de imóveis, você pode registrar das seguintes fontes:

  • Pessoas cadastradas no site;
  • E-mails que são enviados diretamente para você ou para a caixa de atendimento da empresa;
  • Atendimentos presenciais (na loja, feiras, eventos, palestras, cursos, etc);
  • Redes sociais (uma promoção, um “brinde” que será entregue após a pessoa se cadastrar – como vídeo de treinamento, ebook, infográfico, cartilha, etc.).

Estas são as formas mais comuns de captação de leads (e-mails de interessados) para que você trabalhe o processo da venda futuramente.

Até mesmo aquele “pop up”, que salta na tela quando você entra num site, deve ter algo interessante para motivar o cliente a deixar seu email para você. Veja alguns exemplos abaixo.

2. A importância do cabeçalho e do assunto

É extremamente aconselhável que o “from/de” tenha ou seu nome ou o nome da empresa, não um nome genérico como contato/atendimento.
No campo “To/para” é aconselhável que vá o nome da pessoa e não da empresa na qual ela atua. Lembre-se que um banco de dados de e-mail, para ser considerado limpo, deve conter nome, sobrenome e e-mail (telefone é lucro!).

3. Tudo começa com o título

Um bom título é o que vai fazer o seu email ser aberto ou não. O marketing digital para corretores de imóveis funciona com a mesma lógica de outros mercados. Apenas o conteúdo e o tipo de informação que deve ser ajustada.

  • Use frases de, no máximo, 40 caracteres;
  • Explore (se fizer sentido) os emoticons (símbolos usados no Whatsapp, por exemplo);
  • Fale de algum benefício e desperte uma curiosidade: “5 dicas para vender seu apartamento mais rápido” / “30% para os 5 primeiros compradores”;
  • Relevância: sempre entregue o que você prometeu no título. Ser você disse que ia mostrar como fazer um financiamento de um imóvel: mostre! Se você falou que a oferta tinha tempo limitado, respeite o tempo. Você perde muita credibilidade quando não entrega o promete;
  • Preserve sua reputação: respeite seu cliente, não exagere na quantidade de envios, envie somente algo relevante, fuja de padrões de email marketing de corretor de imóveis que você lê por aí.
  • Use a emoção: além das carinhas e símbolos para reforçar a emoção (que também contam como caracteres) use palavras: a casa mais linda do bairro/sua família vai amar morar aqui/ veja como ter uma vida de paz e sossego
  • Use dados: x% dos meus clientes estão de olho nesse imóvel/ 30% off neste condomínio/desconto de x reais..
  • Faça perguntas: Já se imaginou morando aqui? Já conhece as novas regras para compra de imóvel financiado? Onde você pensa investir nos próximos anos?
  • Evite palavras muito comerciais como “compre agora”, confira isso..seja criativo!

O importante é testar. Divida sua lista em segmentos, teste diferentes títulos e  veja o que funciona melhor. Adapte seu email marketing para corretor de imóveis.

4. Produza um conteúdo de qualidade

Agora passamos para o recheio do seu email marketing para corretor de imóveis. É de extrema importância que você saiba o que escrever. Primeiro de tudo: com quem você está se comunicando? É um pai de família? Um idoso? Um casal sem filhos? Alguém solteiro?  Defina isso para construir a linha do seu conteúdo.

  • Resolva um problema. Seu email marketing precisa resolver um problema ou despertar uma necessidade. Tenha isso em mente;
  • Faça uso de fotos, gifs e vídeos, mas não use tudo ao mesmo tempo, pois você não vai querer que seu email vire um pesadelo para seus clientes;
  • Cuide a grafia e a coerência! Leia, releia e peça opiniões para terceiros antes de enviar;
  • Saudações pessoais, seu nome e seus dados;
  • Inclua, ao longo do texto, um link para o site, fotos do imóvel (se for o caso), redes sociais, etc;
  • Jamais esqueça de deixar claro que, caso a pessoa não queira mais receber os emails, ela pode se descadastrar clicando no link fornecido por você. Isso é obrigatório!

O marketing digital para corretores de imóveis deve conter, na sua estratégia, o envio de email marketing. A função principal é criar um relacionamento com o cliente para depois vender.  Abuse dos conteúdos relacionados, referencie outros site, forneça dicas e transforme seu email marketing em algo “consumível” e agradável.

Gostou das dicas? Conte-nos sobre sua experiência com email marketing!

Boas vendas!

[Total: 1    Média: 3/5]