Como usar o Google Analytics para corretores


Tempo de Leitura: 6 minutos
O Google Analytics é uma ferramenta essencial para a elaboração de ações de marketing imobiliário. Por meio dela, é possível avaliar o desempenho do site da sua imobiliária perante a internet. Tenha em mente que, atualmente, qualquer corretor de imóveis que queira se manter competitivo perante o mercado precisa ter uma presença sólida na internet, pois com a Era Digital uma nova geração de consumidores surgiu. Logo, é essencial usar recursos que te ajudam a entender melhor o perfil desse público, bem como suas demandas e necessidades. É dentro desse contexto que o Google Analytics se torna essencial.

Qual a importância do marketing digital para corretores?

O marketing digital é essencial para corretores de imóveis já que atualmente a internet se tornou o principal meio de divulgação e contato entre profissionais e clientes. Hoje, não basta ter apenas um site, mas sim, utilizar todos os recursos tecnológicos disponíveis, como, por exemplo, as redes sociais. Com o marketing digital é possível explorar a fundo as necessidades dos internautas, e, construir ações que sejam focadas exatamente neles. Dessa maneira, com certeza você construirá uma identidade sólida perante a web.

O que é Google Analytics?

O Google Analytics é uma ferramenta de monitoramento de tráfego usada em vários tipos de páginas na internet. É possível utilizá-la desde em blogs até em e-commerces. Atualmente, ela se tornou um recurso indispensável para profissionais que desejam atuar na web. Isso porque, com esse sistema é possível verificar exatamente como os usuários de um site estão agindo dentro da plataforma, e, dessa maneira, elaborar estratégias de marketing com determinados focos. Por conta disso, ela é essencial para corretores de imóveis.

Como usar o Google Analytics?

Na hora de usar o Google Analytics para elaborar ações de marketing imobiliário, é muito importante ficar atento a alguns fatores. Lembre-se, essa ferramenta entrega uma grande quantidade de dados, contudo, é preciso atenção para usá-los de maneira correta.

Veja de onde vem o tráfego

A primeira coisa que um corretor que use esse sistema em um site de imobiliária precisa observar é a origem dos acessos na página. Verifique desde a região dos usuários até a faixa etária e sexo. Dessa maneira, é possível traçar um perfil mais completo sobre o seu público e desenvolver ações de marketing imobiliário.

Como os usuários comportam no site

Outra dica para usar Google Analytics na elaboração de ações de marketing imobiliário é ver como os usuários se comportam dentro do seu site. Veja, por exemplo, quanto tempo eles permanecem em uma página, e qual é a página mais acessada por eles. Por exemplo, se a categoria aluguel do site da sua imobiliária é a que recebe mais visitantes, talvez seja uma boa ideia focar suas campanhas nessa página. Fazendo esse monitoramento com certeza você conseguirá aumentar o número de transações de locação e venda.

Principais métricas e como interpretá-las

Um dos grandes diferenciais desse sistema é que ele oferece uma série de métricas. Elas têm como objetivo indicar exatamente qual é o desempenho da sua página, bem como o comportamento dos internautas que acessam ela. Confira abaixo os principais indicadores que precisam ser verificados e como interpretá-los.

Bounce rate:

Também conhecida como taxa de rejeição, essa métrica demonstra quantas pessoas visitaram o seu site, mas o deixaram antes de acessar qualquer outra página. Contudo, na hora de analisar esse indicador é preciso levar em conta uma série de fatores, como, por exemplo, em quais páginas esse valor é maior. De modo geral, um Bounce Rate alto significa que seu site não está gerando um acesso de qualidade, mas não se desespere, cada ramo de atuação tem um Bounce Rate ideal diferente. Mesmo que o internauta fique cinco minutos na sua página, ele não está se interessando por outros conteúdos. Logo, uma taxa de rejeição elevada é sinal de que algo pode estar errado com os materiais do seu portal.

Sessões:

Esse indicador, basicamente, indica o quão interativo o seu usuário é dentro do seu site. Nesse caso, quanto maior for essa métrica melhor, pois, indica que o internauta está realmente ativo dentro da página, e não apenas “esqueceu” ela aberta.

Páginas por sessão:

Esse indicador funciona em conjunto com o anterior, isso porque ele demonstra quantas páginas o usuário acessou dentro de uma sessão. Contudo, na hora de analisar essa métrica verifique também o tempo do internauta em cada página. Ele pode acessar várias páginas em uma única sessão, mas, não permanecer tempo suficiente nelas, ou, simplesmente ficar inativo enquanto está nelas.

Tempo médio de sessão:

Essa é uma métrica que engana muita gente. Isso porque, nem sempre uma taxa alta quer indicar uma coisa boa. Tenha em mente que um internauta pode permanecer meia hora em uma sessão, mas, sem fazer ações efetivas. Por conta disso, não se engane se o seu tempo médio de sessão for muito alto, é preciso avaliar também a qualidade dela. Para isso use o indicador Sessões citado anteriormente.

Visualizações de página:

Esse indicador é um dos mais populares e mais fáceis de interpretar. Ele demonstra, basicamente, a quantidade de acessos que o seu site está tendo. Entretanto, é muito importante que você avalie ele de forma conjunta com outras métricas. É necessário verificar não só a quantidade de visualizações da sua página, como, também, a qualidade delas. Apenas dessa maneira é possível ter um resultado real.

Como criar UTM das mídias sociais e qual a vantagem

As UTMS são ferramentas de rastreio ideais para verificação de canais específicos, como, por exemplo, as mídias sociais. Para criar uma UTM no Google Analytics é fácil, basta acessar a plataforma, clicar em campanhas > Construtor de URLs. Em seguida, basta preencher os seguintes campos: Origem da Campanha (seu site ou da sua imobiliária); Meio da Campanha (nesse caso as redes sociais); Termo da Campanha (coloque as palavras-chave de rastreamento); Conteúdo da Campanha (caso você vá realizar testes A/B); Nome da Campanha (identifique sua UTM). E com isso você conseguirá saber em qual postagem específica o usuário está clicando para chegar até seu site.

Google Analytics: a ferramenta que todo o corretor precisa dominar

Assim como ter um site e perfis nas redes sociais são estratégias de marketing digital indispensáveis, usar o Google Analytics para analisar os tráfegos gerados por elas também é essencial. Lembre-se, você está lidando com uma nova geração de consumidores e precisar entender quem eles são para atendê-los da melhor maneira.

Relacionados