Topo
regua-de-cobranca

Reduza a inadimplência da sua imobiliária com a régua de cobrança de aluguéis

Tem dificuldade em cobrar seus clientes? Como você faz para contornar a inadimplência na sua imobiliária? Nesse post vou falar sobre uma forma de contornar essa situação: através da régua de cobrança.

A inadimplência é um problema muito sério em qualquer tipo de mercado, inclusive no imobiliário. Se você trabalha com aluguel, então, a situação é ainda mais recorrente.

É necessário evitar que isso ocorra ou, ao menos, se certificar que o cliente vai quitar suas contas e pagar o que deve. Para isso você terá que planejar métodos de notificar aquele cliente para que ele seja constantemente lembrado que precisa pagar.

Esse planejamento de métodos é o que chamamos de régua de cobrança.

Como aplicar a régua de cobrança para cobrar alugueis?

A régua de cobrança envolve uma série de atitudes que você vai tomar sempre que alguém for inadimplente com a sua imobiliária. Essas atitudes vão depender da forma de cobrança que estamos falando.

Apesar de ser simples, a régua é uma forma extremamente eficaz de garantir que os pagamentos serão realizados. Mais cedo ou mais tarde.

Além de reforçar o pagamento dos atrasados, a régua também é útil para lembrar as pessoas com antecedência sobre o pagamento.

Defina quais os meios de cobrança

Entender os meios de cobrança é o primeiro passo. Sua imobiliária trabalha apenas com boleto? Trabalha com cartão de crédito?

Cada uma dessas modalidades de pagamento vai demandar táticas diferentes de cobrança.

Pagamento por cartão

Quando os pagamentos são recebidos por cartão de crédito, por exemplo, o caminho é de certa forma facilitado. Por que?

Porque a cobrança acontece de forma automática e, no caso de alguma falha no pagamento o banco tende a notificar a pessoa.

Contudo, em alguns casos, a falha pode acontecer pela troca do cartão de crédito. Nesse caso você precisa ter uma maneira de contatar as pessoas e avisá-las do erro.

Nesses casos, é comum que as pessoas deixem de pagar não por descaso, mas por acreditarem que a cobrança seria realizada de forma automática.

Enviar email e sms avisando sobre possíveis erros é uma boa pedida nesse caso. Mas veja bem: o ideal é fazer isso de forma automática.

Com uma automatização eficiente você consegue notificar seus clientes sobre problemas no cartão de crédito. Assim você economiza tempo de trabalho dos seus funcionários e cria um sistema mais eficiente.

Pagamento em boleto

Quando você trabalha com pagamentos em boleto é preciso se certificar que as pessoas receberam o boleto.

Para isso a primeira atitude é se certificar que ele seja enviado com entre 10 e 20 dias de antecedência. Quanto antes o boleto chegar menos provável que você escute coisas como “mas eu não recebi o boleto”.

Novamente, automatizar esse envio é a forma mais eficiente de evitar que problemas aconteçam. Se os boletos forem enviados de forma automática você terá mais confiança na certeza da entrega.

Após a data de vencimento, caso o boleto não seja pago, você deverá apelar novamente para as mensagens.

É de bom grado você mandar uma mensagem no dia do vencimento. Assim, você lembra a pessoa de pagar o boleto (caso ela tenha esquecido).

Após o vencimento, você deve se comunicar mais algumas vezes. Como você já havia notificado o cliente no dia do pagamento, você poderá então adotar um tom de cobrança um pouco maior.

Mas não esqueça: mesmo quando cobrando um cliente inadimplente, é imprescindível que você o trate de forma cordial e lembre a voz da sua empresa.

Claro que em alguns casos a “raiva” pode tomar conta de nós, que só queremos receber. Porém “sair do personagem” vai ser bastante prejudicial para sua empresa.

E essa é a mais uma forma com a qual sua empresa se beneficia da automatização do envio dessas mensagens.

Para reforçar: essas mensagens podem ser enviadas por SMS ou email. No início você deverá verificar qual delas traz mais resultados para depois poder escolher um ou outro.

A tecnologia é a melhor amiga da régua de cobrança

Quase todas as atividades da régua já são realizadas por imobiliárias. Só tem um problema: são realizadas de forma manual.

Quanto maior for sua imobiliária, mais problemático isso vai ser.

Veja bem, quando isso precisa ser feito de forma manual não será estranho se o envio de um outro boleto acabe atrasando. Ou pior, que algum boleto sequer seja enviado.

Isso deixa sua empresa em cheque porque você estará cobrando o cliente mas ele nem sequer teve a oportunidade de pagar.

Portanto, automatizar tanto o envio dos boletos quando o de mensagens que relembrem os clientes sobre o pagamento é a melhor forma de evitar problemas.

Você terá certeza do envio dos boletos, terá certeza que a pessoa foi notificada e que sua mensagem foi passada. Dessa forma, se a inadimplência atingir um nível preocupante, você terá mais respaldo para “colocar a pessoa na parede”

A régua de cobrança de alugueis vai ser sua melhor amiga

No final das contas a régua de cobrança de alugueis vai ser a melhor amiga da sua imobiliária. Isso porque, através dela você terá mais facilidade e agilidade na hora de cobrar os seus clientes.

Basta que você organize os métodos de pagamento e estabeleça um cronograma de comunicação que seja tanto fiel a sua marca como eficiente na cobrança.

Lembre-se de não exagerar nas mensagens de cobrança. Cobre com afinco mas sem exageros porque senão você apenas será jogado em caixas de spam ou terá seu número bloqueado.

Espero que esse texto tenha ajudado a esclarecer o que é a régua de cobrança de alugueis e como aplicá-la em sua imobiliária. Qualquer dúvida, comentário ou sugestão deixa aqui na seção de comentários.

E bons negócios!

[Total: 1    Média: 5/5]