Topo
seo para imobiliárias

SEO: sua imobiliária no topo dos resultados de pesquisa do Google

A Jetimob conhece o mercado e se preocupa com o andamento dos seus negócios, e é por isso que trouxemos uma postagem especial e completa que irá auxiliar nas estratégias de marketing, SEO e otimização do seu site imobiliário.

Pedimos para você que, antes de iniciar a leitura, salve esse conteúdo em algum lugar de fácil acesso. Como a gama de informações é grande e importante para o seu negócio, será sábio possuir um material para consulta disponível a qualquer momento, além do fato de que provavelmente a leitura irá demorar alguns minutos. Então, todos prontos? Vamos começar?

Atualmente um dos maiores objetivos que uma imobiliária ou corretor pode ter é estar no topo da lista de resultados na busca do Google. Para isso, é de suma importância que você saiba utilizar o SEO (Search Engine Optimization) a seu favor. Não sabe como fazer isso? Continue lendo que iremos lhe ensinar.

Antes de tudo, você, corretor, sabe o que é SEO? A prática do SEO é um conjunto de ações que tem como objetivo gerar, de forma “gratuita”, orgânica e natural, mais tráfego para seu site, através dos mecanismos de busca da internet como Google, Yahoo e Bing.

Esse recurso, utilizado pelos buscadores, visa facilitar o encontro entre o usuário e o conteúdo mais adequado para a sua busca. Ou seja, é isto que nos permite encontrar o que desejamos quando recorremos ao Google, por exemplo.

É necessário que todo gestor ou corretor atente-se para a elaboração de um conteúdo voltado especificamente para alguém que procura por seus produtos ou serviços, fazendo com que o mesmo encontre seu site mais facilmente. Se a sua imobiliária aparecer como um dos primeiros resultados nas páginas dos buscadores, é mais provável que ela seja acessada, uma vez que cerca de 90% dos usuários do Google clicam apenas nos resultados que aparecem na primeira página do navegador.

O conteúdo do seu site e as técnicas de SEO são de extrema importância, considerando principalmente os fatores gratuidade, visibilidade, fortalecimento de marca e consequentemente aumento de conversão e o retorno obtido com seus investimentos em marketing.

Como funciona o Search Engine Optimization (SEO)?

As práticas de SEO podem ser aplicadas tanto no conteúdo criado quanto na própria estrutura do site. Elas funcionam como um ranking de sites otimizados, ou seja, quanto mais preparado for, utilizando para isso técnicas específicas de SEO, melhor pontuação seu site terá, em consequência, mais próximo do topo das buscas ele irá aparecer.

Trouxemos algumas das práticas mais comuns de SEO que devem receber atenção:

O uso de palavras-chave

Quando alguém busca por “imóveis para compra”, o Google irá analisar em cada página da internet buscando por palavras que correspondam aos termos procurados.

Existem uma série de palavras específicas que são mais pesquisadas e no momento em que você, corretor, utiliza esses termos como palavras-chave para o conteúdo, seu site melhora no rankeamento, visto que será encontrado pelas pesquisas.

Lembre-se de utilizá-las relacionando ao seu empreendimento, não é válido utilizar palavras que não estejam relacionados ao seu negócio, pois irá atrair um público desinteressado no que você tem a oferecer.

Títulos

Organize-os de acordo com o conteúdo a que eles estão se referindo, estes são como o sumário de um livro, é através dos títulos que os usuários podem ir direto para onde mais lhe interessarem.

Parcerias e Backlinks

Se um site parceiro bem rankeado fala que algumas imobiliárias facilitam o processo de locação e coloca um link para a sua página, ele está ajudando a rankear seu negócio de uma forma positiva. O backlink, como é chamado, auxilia seu site a subir no ranking de busca através da referência de outras páginas. Quanto maior for a autoridade da página que está lhe citando, melhor será seu resultado.

Neste caso, é importante que seus parceiros façam artigos relacionados ao seu mercado e estilo de negócio, linkando diretamente ao nome da sua página. Algumas pessoas compram esses links, porém os dispositivos do Google podem identificar essas práticas e acabam punindo-os com uma má reputação.

Reputação

Os sites que possuem uma melhor reputação são os que possuem conteúdos originais e consistentes, com autorias interessantes, links sadios, alto engajamento e fidelização com o usuário.

URL amigável

A URL deve ser limpa e organizada, contendo as palavras chave principais do conteúdo da página e facilitando com que os mecanismos de buscas compreendam o endereço do seu site.

Imagens com títulos coerentes

Em algumas situações, as imagens acabam sendo publicadas com letras e números em seu título, tornando mais difícil o processo de busca direta pela imagem.

Sempre nomeie suas imagens de acordo com o que elas representam, coloque títulos com palavras que façam sentido: ao invés de: “4757548bdbdhb.png” experimente substituir por “imovel_venda.png” tornando o nome da imagem um título amigável.

Estes são os tópicos básico da receita para seu SEO, sem esquecer também de que os conteúdos gerados devem possuir relevância.

As técnicas de SEO mudam a todo o momento, por isso é importante ter alguém responsável por cuidar disso na sua página e manter seu negócio entre os primeiros no ranking de busca.

Resultados pagos X Resultados orgânicos

Existem, também, outras formas de influenciar as buscas: os resultados pagos. Nesses resultados, você anuncia utilizando o Adwords, pagando para que seu conteúdo fique no topo dos resultados das buscas São classificados, geralmente, através do lance CPC (Custo por Clique), índice da qualidade do anúncio e entre outros requisitos.

Já os anúncios gratuitos são aqueles que seguem os critérios descritos acima, mas não são pagos e aparecem como primeiros resultados logo abaixo.

Anúncios pagos

Este é um exemplo de anúncio pago na rede de pesquisa, geralmente eles aparecem nas três primeiras posições dos resultados da busca:

anuncio seo

Podendo aparecer também em uma coluna à direita. Você consegue perceber a presença da palavra ‘Anúncio’ em verde antes da URL? Esse símbolo indica que este é um anúncio pago.
Além de anúncios na rede de pesquisa existem os anúncios na rede de display. Vamos ver mais sobre a diferença entre eles?

Rede de Pesquisa

rede de pesquisa seo

No Google, os anúncios que aparecem na rede de pesquisa geralmente são encontrados entre os primeiros resultados das buscas ou no lado direito da tela. É uma ótima forma de anunciar quando seu objetivo é mostrar ao cliente o seu produto ou serviço no momento que este faz uma busca relacionada.

Por exemplo, imagine que você está procurando por pizzarias na sua região, o Google irá filtrar os anúncios e mostrar as páginas de pizzarias que correspondem aos seus parâmetros.

Rede de Display

rede de display seo

Este tipo de anúncios é bem mais flexível, é possível criar conteúdos em forma de imagens, texto, GIFs e vídeos. Eles aparecem dentro de sites, blogs, e redes sociais, sendo muito úteis para anunciar quando os clientes não procuraram pelos seus serviços. Isso faz com que ele lembre de sua marca, se interesse pelo seu produto e acesse o seu site sem estar buscando por algo do gênero.

Normalmente usa-se a ferramenta do Google Adwords para anunciar, esta realiza a cobrança através do método CPC (Custo por Clique), porém existem outros que possuem como forma de pagamento em outras plataformas, o CPM (Custo por Mil Impressões) e o CPA (Custo por Aquisição).

O dinheiro é lançado na plataforma antes da campanha começar a ser publicada e só é debitado conforme as metas vão sendo alcançadas.

CPC

Neste caso, você só paga quando um usuário clica em seu anúncio. É ótimo para saber como foram os resultados da sua campanha, uma vez que é possível ver quantas pessoas acessaram aquela mídia e quantas dessas clicaram no seu anúncio.

Outra vantagem do CPC é poder calcular previamente qual é o seu objetivo de campanha, tendo uma noção do investimento necessário antes dela ser lançada. Geralmente o retorno deste tipo de campanha é maior pelo fato do pagamento ser feito apenas pelas vezes em que o anúncio trouxer resultados.

Para gerar a conversão final cumpra com o prometido no anúncio e não faça propagandas enganosas. Quando o cliente entrar em seu site é necessário que ele goste do que está vendo, levando-o a adquirir seu produto.

CPM

Representa o custo por mil impressões, ou seja, você irá pagar a cada vez que seu anúncio é visto por mil pessoas. Geralmente é utilizado por sites que possuem bastante tráfego, em função da necessidade de um grande número de usuários.

Este tipo de anúncio permite escolher a posição desejada (ex: topo, lateral), e o formato da propaganda (estático, dinâmico e até mesmo anúncios com recursos sonoros). Esteja ciente também de que o custo varia conforme o local e o tipo de anúncio, além de ser contabilizado por visualizações e não cliques, sendo cobrado independente do visitante clicar na sua campanha ou não.

Quanto mais rápido sua campanha for consumida, maior será o valor investido. O CPM é uma estratégia recomendada para empresas de grande e médio porte, com objetivos claros e uma excelente estratégia de marketing, do contrário, esta pode custar mais caro que os lucros gerados.

CPA

Sendo uma estratégia de maior investimento e com um maior custo, funciona estabelecendo um objetivo para sua campanha, seja ele o download de algum conteúdo, preenchimento de formulários ou compartilhamento de postagem.

Juntamente ao fato de ser a forma mais complexa de investir em anúncios, acaba por ser o maior consumidor de investimentos também. É indicado apenas para algumas situações específicas, pois existem alguns requisitos para que esta gere conversão. Isso somado ao fato de ser uma campanha cara, podendo não trazer retorno financeiro.

Anúncios orgânicos

Para aparecer como um resultado orgânico seu site deve estar bem rankeado no Google, possuindo uma boa pontuação ele irá aparecer como um dos primeiros resultados das buscas, gerando maior visibilidade e, consequentemente, mais cliques para o seu site.

Então, qual a melhor forma de anunciar? Em qual devo investir?

Para ter um bom resultado é importante anunciar utilizando as duas formas em conjunto (resultados pagos e orgânicos), uma independe da outra e por isso elas podem ser utilizadas ao mesmo tempo, se complementando.

Ao investir em resultados orgânicos, você garante que sua página esteja no topo das buscas, ao passo que se investir em resultados pagos, irá trazer visibilidades em outros meios, como na rede de display e rede de pesquisa.

Para os resultados pagos, é interessante possuir uma estratégia de marketing e analisar qual formato mais se encaixa para atingir seus objetivos.

Como funciona o algoritmo do Google?

O Google analisa diversos fatores para saber qual site é “melhor”, e mesmo que os critérios sejam os mesmos, com o passar dos anos a ordem de importância vem mudando. Com o foco na experiência do usuário, este buscador está cada vez mais otimizando seus algoritmos.

Um bom exemplo foi a mudança ocorrida recentemente, esta permitiu melhorar as buscas feitas através de smartphones, onde agora os algoritmos visam exibir primeiro aqueles sites responsivos ou adaptativos (conteúdo se adapta conforme o tamanho da tela do usuário).

Outro ponto muito importante atualmente é o certificado SSL (Secure Sockets Layer). Essa tecnologia de segurança pode ser percebida através daquele ‘https’ no início da URL de alguns sites e páginas e isso indica que seus dados foram encriptados garantindo mais segurança para a sua navegação.

Além do certificado de segurança, a própria estrutura do site possui elementos muito valiosos como referência do seu conteúdo, tais como o título, cabeçalhos, conteúdos, URL, atributo ALT:

Título

O que irá aparece na aba do seu navegador.

titulo seo

Cabeçalhos

Marcadores no código que indicam os subtítulos da página e sua hierarquia.

cabeçalhos SEO

Conteúdo

Artigos e vídeos que possuam as palavras-chave.

palavra chave SEO

URL

Endereço da sua página que sempre deve estar otimizado.

url SEO

Atributo ALT

Texto que aparece quando a imagem não está disponível.

Outro fator são os backlinks de outras páginas bem rankeadas, estes funcionam como “votos” para o seu site. Sendo assim, quanto mais vezes você for indicado por outras fontes bem rankeadas, melhor será sua posição.

Você deve se atentar ainda a questão do texto alternativo (alt text), ou seja, a descrição dos vídeos e imagens. Os robôs do google não conseguem ler imagens e javascript, portanto é importante ter uma descrição bem explicada sobre o seu conteúdo. Uma vez que estes conteúdos não possuem alt text e o conteúdo não está carregando, os espaços onde se localizam essas imagens serão vistos como áreas em branco, atrapalhando o usuário e atingindo o rankeamento de sua página.

Lembre-se sempre: antes de querer que o Google lhe ame, os outros devem amar você. Por isso fazer um trabalho de qualidade e ser reconhecido por outros sites e blogs é ótimo para o seu negócio!

OnPage X OffPage

seo

Além de trazer algumas dicas sobre o algoritmo do Google, a Jetimob quer auxiliar no entendimento das técnicas de SEO e para isso resumiu um pouco de como funciona as duas principais estratégias.

Existem o SEO OnPage e OffPage, o primeiro trabalha em cima do conteúdo da página, enquanto o segundo é externo a ela, tal como parcerias, comentários e as redes sociais da sua empresa.

OnPage

Os elementos dessa estratégia devem ser trabalhados dentro da sua plataforma e ser estruturados de forma que os buscadores identifiquem que seu conteúdo está ligado aos termos buscados pelos usuários, fazendo uso dos títulos, meta tags, atributos, url amigável, etc.

Alguns dos principais fatores onpage são:

Conteúdo de qualidade

O algoritmo do Google é capaz de identificar conteúdos com baixa qualidade, por isso, quanto melhor produzido for seu conteúdo, maior será a sua chance de ocupar as primeiras posições no ranking.

Bounce Rate

O Google avalia a taxa de rejeição da sua página, por isso, é de grande importância o uso de boas imagens, visto que estas atraem a atenção do usuário.

Tamanho do conteúdo

Sim, o tamanho do conteúdo é um dos fatores que influenciam diretamente no posicionamento do seu site. O Google compreende que os conteúdos maiores estejam mais completos para responder às dúvidas dos usuários. Embora isso seja variável, pois quando o leitor não tem suas dúvidas respondidas, ele irá recorrer a outros textos, e isso será percebido pelos buscadores.

Título interno

Este title tag é o título interno que está contido na sua página. Por exemplo, o título interno deste post é “SEO: sua imobiliária no topo das pesquisas do Google”. É importante não confundir com o título da sua página que é um atributo externo e deve atrair o leitor até o seu conteúdo. A diferença entre eles é que um visa atrair o leitor e o outro tem como objetivo manter o usuário interessado em continuar lendo o seu conteúdo.

O SEO Title circula nas buscas do Google e além de ser importante para seu rankeamento é importante também para a taxa de Cliques (CTR) do seu conteúdo. Alguns detalhes a se observar para um bom SEO é: ter aproximadamente 60 caracteres, palavra chave no ínicio e ser objetivo. Os títulos merecem toda a atenção possível, afinal, a primeira impressão é a que fica, não?

Off Page

Quando falamos sobre estratégias de SEO Off Page são fatores externos ao site que influenciam no rankeamento, podemos citar os backlinks que apontam para a sua página, suas parcerias e as redes sociais da sua empresa.

Aqui cabe colocar a importância da autoridade do seu domínio para o Google: ele é avaliado pela quantidade e a qualidade dos links contidos no seu site.

Observe que existe também a autoridade da página, esta difere da autoridade do domínio. Enquanto a autoridade do domínio se refere ao site como um todo, a autoridade da página se refere a cada página do seu site.

Adaptativo X Responsivo

adaptativo seo

Além do conteúdo e das estratégias de SEO, outro grande fator que influência na usabilidade é o formato do conteúdo e do dispositivo em qual ele está sendo reproduzido. Estas duas opções de design, adaptativo e responsivo, surgiram para melhorar a qualidade dos sites para os usuários.

Visto que ambas têm por objetivo adaptar os sites aos diferentes dispositivos usados para acessar a internet. A principal diferença entre elas é que um site responsivo adapta todo o seu conteúdo para os diferentes tamanhos de tela, já o adaptativo possui uma versão diferente para cada dispositivo.

O design responsivo garante uma certa agilidade, pois com poucas linhas de código já é possível realizar grandes alterações. O design adaptativo precisa de mais tempo para ser desenvolvido, visto que para cada aparelho é necessário um código diferente.

Não existe melhor opção, é importante considerar o conteúdo e o público do seu site, percebendo qual deles melhor atende suas necessidades. O site da Jetimob é responsivo, por isso não é necessário que seja criado um aplicativo, por exemplo, pois o site já é adaptado a qualquer aparelho de busca.

Lembrando-se que um site otimizado, seja ele adaptativo ou responsivo, garante uma melhor pontuação no SEO. Com a crescente diversidade de aparelhos e tamanhos de tela, este tende a ser um dos fatores mais importantes para a avaliação dos motores de busca.

Dicas para seu site imobiliário aparecer no Google

dicas seo

  • Use corretamente as palavras-chave, para que uma palavra seja rankeada no Google é necessário que ela esteja em alguns locais específicos: no início da URL da sua página, nos cabeçalhos (H1 e H2), nos parágrafos de ínicio e fim e várias vezes durante o texto, assim como na ALT tag das imagens;
  • Seu conteúdo deve ser relevante, o título e os parágrafos que se seguem devem estar em sintonia. Conteúdos duplicados, copiados de outras páginas web fazem com que sua página perca credibilidade para o Google. Por isso tente usar a sua criatividade e cite sempre as suas fontes dando créditos a elas caso deseje fazer uma citação;
  • Tenha links com outras páginas bem rankeadas, aumentando a autoridade do seu conteúdo através das indicações.
  • Site responsivo ou adaptativo? Aqui o que vale é analisar qual a melhor opção pra você, lembre-se que ambas garantem um bom SEO.
  • Fique atento ao SSL (Secure Socket Layer), ele é o que garante a segurança entre a troca de dados sigilosos na internet. Este certificado impede que pessoas mal intencionadas tenham acesso aos seus dados, servindo também para que o usuário saiba que a página acessada é verdadeira, olhando para o HTTPS na URL.
  • Utilize o Google Webmaster Tools, esta é uma sacada muito importante por que ele permite ver parte das informações pelas quais o Google irá avaliar o seu site, melhorando assim a sua indexação. Por exemplo, após realizar as modificações OnPage, você poderá utilizar sitemaps, verificar a existência de conteúdo duplicado, e ainda fazer uma verificação de como os mecanismos do Google pesquisam pelo seu site.
  • Quando você cria uma nova página na Web, um dos passos mais importantes a serem feitos a seguir é indexa-la, isso lhe fará ganhar pontos com os motores de busca. A indexação pode ser feita através do Webmaster Tools, acessando este link, é rápido e gratuito.
  • É válido também indexar sua página para o Bing, o segundo maior buscador da internet. Acesse este link, e submeta o seu site. Lembrando que recentemente o Yahoo firmou parceria com o bing, sendo assim, já é suficiente submeter seu site apenas dentro do Bing.

Redes Sociais: qual a influência para o rankeamento do seu site no Google?

rede social seo

Os mecanismos de busca não utilizam-se dos números de seguidores ou curtidas dos seus perfis nas redes sociais, porém, os critérios para avaliação de rankeamento estão sempre mudando e alterando a sua ordem de importância.

Considerando que os usuários passam cada vez mais tempo em frente as redes sociais, especialistas dizem que apostar nelas para fins de SEO é muito válido sim, visto que indiretamente as redes sociais podem afetar no seu rankeamento. Investir em um perfil na com uma identidade visual agradável e conteúdo de qualidade pode vir a ser uma porta de entrada para seu site.

Perfis em redes sociais com uma marca forte e que despertem uma parcela de interesse do usuário, podem acabar resultando em uma busca no Google e levando o indivíduo até seu site.

Uma coisa interessante a se pensar é que redes sociais também funcionam como motores de busca, e por isso existem algumas práticas de SEO que devem ser levadas em consideração, tais como:

  • Otimize suas postagens nas redes sociais com as mesmas técnicas aprendidas anteriormente (título, palavra-chave, conteúdo, entre outros).
  • Inclua imagens, elas irão chamar muito mais atenção para a sua postagem do que um simples texto.
  • Divulgue na sua página o conteúdo do seu site, a fim de atrair o visitante;
  • Faça posts regulares, isso mantém seu público interessado e passa maior credibilidade a sua marca.
  • O Bing usa o número de seguidores como critério de SEO e o Google, por sua vez, rastreia os perfis sociais da sua empresa aumentando a credibilidade diante dos visitantes.
  • Os backlinks gerados pelo uso das redes sociais podem vir a ser um fator importante;
  • Por último, analise os resultados obtidos. Veja com quais conteúdos seu visitante se identifica mais, com qual conteúdo você tem mais resultados e saiba qual área precisa de maior dedicação.

Pesquisas de voz: qual o impacto das técnicas de SEO?

google seo

Sabe aquela facilidade de fazer uma pesquisa por voz? Pois é, isto também acaba impactando no SEO. Por exemplo, quando você realiza uma pesquisa de voz por meio do seu smartphone ou desktop (através de motores como Google Now, Siri, Bixby), os algoritmos dos mecanismos interpretam as palavras-chave da busca e ainda o seu contexto, indicando os artigos mais assertivos.

Este tipo de pesquisa é mais rápida e ágil, e somando-se a expansão dos smartphones, seu uso também vem crescendo exponencialmente.

Claro que existem situações e locais mais adequados ao uso desta tecnologia. Por exemplo, dependendo do ambiente onde você está, pode acabar se tornando inviável realizar a busca por voz.

Este tipo de busca é muito útil por apresentar resultados locais, ou seja, a localização do usuário é levada mais em consideração do que o formato padrão de procura.

Bom, e como isso vai influenciar no SEO do meu site?

Considerando os motivos pelos quais serão realizadas as buscas por comando de voz, existem alguns recursos que podem ser úteis. Veja abaixo alguns deles:

  • Faça seu cadastro no Google Meu Negócio, esta ferramenta possibilita encontrar locais próximos que correspondem a busca realizada. Por exemplo, quando um cliente pesquisa pela palavra ‘imobiliarias’, os empreendimentos mais próximos e que estão cadastrados no Google Meu Negócio, irão aparecer na busca. Crie sua conta aqui.
  • É importante possuir uma página para dúvidas frequentes, por que quando estamos realizando uma busca por voz, a tendência é que a pergunta seja parecida com a forma como nós falamos. Se o seu site possuir uma página com perguntas ou dúvidas frequentes, e esta estiver com uma linguagem simples e de comum reprodução, é mais provável que o usuário encontre-a.
  • Tenha um site otimizado para aparecer em featured snippets, estes são cartões com respostas exatas que aparecem no topo das pesquisas do Google. Uma vez que os motores de busca por voz priorizam esses resultados, pode ser interessante criar os seus próprios cartões com respostas.

O que o site para imobiliária do Jetimob faz por você?

Site imobiliária otimizado Google

A esta altura você deve estar se questionando sobre o que a Jetimob faz por você, então lá vai:

  • Site Map: o sitemap serve para guiar os usuários e os robôs do google para a página do seu site que possui o conteúdo mais relevante para aquela busca;
  • Robots: o arquivo robots é aquele que decide quais páginas do seu site determinado mecanismo de busca deve acessar, e quais não deve;
  • Imagens Otimizadas: otimização para que suas imagens carreguem mais rapidamente, além de espaço para preenchimento de descrição e do atributo ALT da imagem.
  • Site Responsivo: nosso site adapta-se a todas as telas de todos os tamanhos, sendo um fator decisivo na hora do Google escolher o formato do conteúdo para um usuário que esteja pesquisando através de um smartphone.
  • Página estruturada: todas as páginas são organizadas hierarquicamente (h1,h2,h3…)
  • Meta Description: oferecemos campos onde você pode alterar o título e a descrição de sua imobiliária
  • A URL é automaticamente otimizada;

E depois de toda essa informação, o que você, corretor de imóveis ou gestor, poderá fazer para melhorar o seu site?

Gostaria de saber a autoridade da página do seu concorrente? Através deste link é possível conferir sua pontuação no Google e estar sempre um passo à frente no uso das práticas de SEO.

Seguindo pelo menos algumas das dicas principais, o bom rankeamento no Google é mais do que certo – não esqueça de estar sempre atento e atualizando seu site com as técnicas de SEO.
Recomenda-se a contratação de empresas especializadas, visto que estas podem dar uma maior assistência a todas as técnicas para melhorar seu rankeamento no Google.

[Total: 11    Média: 5/5]