Topo
storytelling-para-imobiliarias

Storytelling para imobiliárias

Está todo mundo falando sobre storytelling. Mas o que é isso? Por que você deve usá-lo?  Neste post Storytelling para imobiliárias vou te explicar porque você precisa começar a utilizar essa técnica.

Desde a idade das pedras o ser humano gosta de contar e escutar histórias. Naquela época, os homens das cavernas contavam sua histórias fazendo desenhos nas paredes, eram histórias, na maioria das vezes, sobre caças a animais.

Dessa forma, pode-se dizer que eles ensinavam os melhores ”métodos” de caça para outros homens e também mostravam os seus finais felizes – quando, por fim, capturavam os animais.

Então, não seria surpresa eu falar o quanto as pessoas apreciam histórias. Desde pequenos escutamos os famosos contos de fadas que sempre tem uma lição de moral no final. Afinal, o que seria de uma história se não tivesse um final educativo.

Como por exemplo, a história de pinóquio, um boneco de madeira que cada vez que mentia o seu nariz crescia, moral da história? Não é legal mentir.

O que quero dizer com tudo isso é que: por que não podemos utilizar histórias para chamar atenção das pessoas para o nosso negócio? Por isso, vou explicar sobre o storytelling para imobiliárias.

O que é Storytelling para imobiliárias?

Storytelling nada mais é do que a arte de contar, desenvolver e adaptar histórias, trazendo elas para a sua estratégia de Marketing imobiliário.

Você precisa escrever histórias de uma forma inesquecível e que toque o emocional dos leitores, senão a sua história será só mais uma.

É interessante dizer que a história não necessariamente precisa ser sua, mas ela deve ser contada do seu jeito, a história é única, porque foi contada por você! Isso irá gerar uma maior confiança do seu leitor e criar aquela emoção e interação que tanto desejamos. Já que, seu objetivo final é promover o seu negócio sem ter a necessidade de fazer uma venda direta.

Quando eu falei que a história necessariamente não precisa ser sua,quero dizer que: você não precisa criar uma história ou contar uma própria, você pode utilizar histórias de outras pessoas!!

Certamente esse pensamento está passando pela sua cabeça: mas isso não é plágio?!

Não, se você der os créditos necessários para a pessoa/empresa e colocar como referência na sua publicação, não tem problema nenhum!

Você pode pegar cases de sucesso de pessoas ou empresas e utilizar como exemplo para os seus leitores. Além disso, se as  referências gostarem do seu conteúdo, elas podem mencionar você no site ou redes sociais delas.

Vou ser insistente e te lembrar novamente que é essencial que você cative e surpreenda os seus leitores.

Mas não se assuste você não precisa escrever uma narrativa. Afinal, narrativa não é o mesmo que storytelling.

Você pode, simplesmente, escrever um texto e colocar ao longo dele exemplos reais de pessoas ou empresas. Ou você pode também colocar partes de um filme ou um livro que combinem e façam sentido para o seu texto.

Exemplo

Existe, também, o método no qual você não apresenta uma história. Mas o seu conteúdo é estruturado com base em uma históra e contém vários elementos do storytelling .

Como esse exemplo proporcionado pela Rock content de storytelling relacionado com marketing de conteúdo:

O personagem é você, que se motivou a encarar o conflito de aprender mais sobre storytelling. E, assim, embarcou em uma jornada: consumir todo este artigo na esperança de que ele seja transformador e inovador o bastante para resolver o seu conflito.

O ambiente é a internet. Mais especificamente, pode ter envolvido uma rede social, um e-mail ou o próprio Google e acabou mudando de cenário para o blog da Comunidade Rock Content.

Agora, vou simplificar um pouco e fazer uma versão desse exemplo para imobiliárias:

O personagem é você, que se motivou a encarar o conflito de aprender mais sobre storytelling e que gostaria de aplicá-lo na sua imobiliária.

Seu maior objetivo ao aprender storyteling é aumentar o seu número de conversões e aprender uma nova técnica de marketing que está em alta no mercado.

E, assim, embarcou nessa jornada: consumir todo este artigo na esperança de que ele seja transformador e inovador o bastante para resolver o seu conflito.

O ambiente é a internet. Mais especificamente, pode ter envolvido uma rede social, um e-mail ou o próprio Google e acabou mudando de cenário para o blog da jetimob.

A mensagem, a moral da história, você vai ver quando chegar ao final do nosso texto.

Conseguiu entender melhor?

Boas práticas de Storytelling: como fazer storytelling

Audiência bem definida

Defina a sua persona, saiba com quem você está falando!

Além de você fazer uma história bem direcionada, você irá criar relacionamento e engajamento com os seus leitores ou clientes e estes passarão a dar feedbacks para a sua imobiliária. Isso no futuro facilitará a produção de novas histórias.

OBS: A persona é um personagem semi-fictício e que representa quem é o cliente ideal da sua empresa. Através da sua persona você vai definir todo o seu marketing digital.

Para se aprofundar mais no assunto e aprender a fazer sua persona, assista esse vídeo:

Estratégia de conteúdo

É de extrema importância que você faça um planejamento da sua estratégia de conteúdo. Isso te auxiliará a perceber se o seu storytelling está tendo resultados esperados.

Não adianta nada, você escrever uma história sem ter nenhum objetivo com isso ou escrevê-la de qualquer jeito. Você precisa que a história tenha um tema relevante e que seja próxima da sua persona.

O seu conteúdo precisa ser dividido em 3 partes: início, meio e fim como qualquer filme e livro.

Por isso, tudo o que você vai precisar para estruturar o seu post será: uma introdução. seguida de uma explicação da história e lições aprendidas com ela e, então, o que não pode faltar: uma conclusão mostrando porque aquela história pode mudar a vida do leitor e resolver os problemas dele.

A conclusão no storytelling se torna tão importante, porque não adianta nada você escrever um texto, “enfiar” uma narrativa no meio e não explicar porque o leitor “perdeu” seu tempo lendo aquilo.

O seu storytelling deve ser inesquecível!!

Título

Crie um título impactante, não se preocupe em demorar muito tempo nele, VALE A PENA!

O título é uma das partes mais importantes, já que é por ele que as pessoas vão decidir se querem ler o seu texto ou não. Pense nele primeiro, depois crie o resto do conteúdo.

Por fim, não esqueça de revisar todo o conteúdo, não deixe nenhum erro passar por você.

Seja claro ao passar a sua mensagem

As pessoas precisam compreender o que você quer dizer, portanto o seu texto não pode ser um obstáculo para o seu leitor.

Afinal, você quer ajudar o seu leitor e não atrapalhá-lo, certo?

Devido a isso, tome cuidado e pense bem no que você escreverá.

Persuasão

A persuasão irá te auxiliar, mesmo “sem o leitor perceber”, a vender o seu produto. É legal lembrar que a persuasão não deve ser usada somente em storytelling, você deve usá-la em qualquer texto que você escrever.

Personagem

Toda história precisa ter um personagem principal e o ideal, para sua história se destacar, é que esse personagem tenha um personalidade forte.

Pois, é o personagem que percorrerá a jornada e ninguém gosta ler uma história, na qual o personagem principal é chato. Uma narrativa assim não prende ninguém.

Use imagens e recursos visuais

Não preciso nem comentar que imagens chamam mais atenção das pessoas, então inclua sempre que possível elementos visuais no seu texto.

Alguns exemplos de Storytelling

Vou falar aqui dois tipos de storytelling, mas você pode verificar todos eles no texto do Blog de Neil Patel.

O primeiro que vou mostrar aqui é a narrativa do “inimigo em comum”

Apresentar um problema que muitas pessoas têm e mostrar como você encontrou a solução desse problema.

E você também pode usar esta narrativa: Mostrar todas as vezes que o personagem errou e explicar o motivo. Mas, não esqueça de deixar claro que o personagem entendeu porque errou e tomou atitudes para melhorar esta realidade. Esse é um tipo de história que as pessoas também se identificam.

Deu para entender um pouquinho o que é storytelling para imobiliárias?  Espero que eu tenha conseguido te ajudar e não esqueça: Para ter um storytelling de sucesso lembre-se dessas duas dicas, primeiro: sempre conte a verdade e segundo: escreva histórias inspiradoras e acima de tudo emocionais.

[Total: 2    Média: 5/5]