Imóveis rurais: como vender neste nicho do mercado


Tempo de Leitura: 6 minutos

Ter uma carteira de imóveis diversificada pode ser interessante e uma boa pedida para corretores. Logo, um dos modos de diversificar é possuindo opções de imóveis rurais para oferecer para os clientes. Contudo, é necessário entender as diferenças na venda de imóveis urbanos para os rurais, e saber adequar isso ao perfil do cliente.

Vender imóveis rurais pode ser uma ótima alternativa para diversificar a carteira de imóveis, assim, atraindo novos perfis de clientes. Entretanto, é necessário levar em conta que novos tipos de imóveis atraem diferentes tipos de compradores, principalmente, no meio rural.

Existe muita diferença entre a venda de um imóvel rural para um urbano. Isso se dá porque são objetivos diferentes na hora da compra.

Diferença de venda imóvel rural para imóvel urbano

Impossível negar que existe uma grande diferença nos tipos de venda desses tipos de imóveis. Logo, é importante estar preparado para se sair bem com seu cliente.

Perfil do cliente

O perfil do cliente que vai atrás de um imóvel no meio rural pode ser bem diferente do que o que busca comprar no meio urbano. Contudo, essa pessoa pode ser a mesma também.

Normalmente a maioria das pessoas que busca um imóvel no campo, já possui um imóvel no meio urbano ou são pessoas dentro do meio do agronegócio. Além disso, são pessoas que já possuem uma vida formada. Essa preferência, ocorre porque essas pessoas querem fugir da correria da cidade, e, descansar em um local mais tranquilo, ainda que isso não seja a regra.

Às vezes os compradores são pessoas que querem investir no meio rural. Normalmente esse tipo de comprador está em eventos relacionados ao agronegócio. Logo, é um público extremamente específico.

Por isso, este cliente estará mais bem informado sobre esse tipo de imóvel. É extremamente importante estudar e entender bem a área quando for negociar com esse cliente.

Leis

As leis desse tipo de imóvel são um pouco diferentes comparados aos imóveis no meio urbano. Os imóveis rurais podem ser um pouco mais complicados por causa da sua legislação específica.

Outra dica é prestar atenção também nas reais dimensões do imóvel, e na sua situação em relação às reservas legais e se há pendências ou disputas de divisas com as propriedades vizinhas.

É importante a verificação dos documentos necessários para a realização da venda corretamente. Os documentos necessários são:

  • CCIR-Certificado de cadastro de imóvel rural quitado;
  • Certidão de inteiro teor;
  • Certidão negativa de ônus do imóvel;
  • Certidão negativa de multas florestais emitida pelo instituto ambiental (secretaria do meio ambiente) em nome dos vendedores;
  • Certificado de regularidade fiscal de imóvel rural expedido Pelo INCRA – Receita federal;
  • Cinco últimos talões do INCRA/ITR – quitados;
  • Documentação de sub-divisão do imóvel(se necessário);
  • Escritura pública de compra e venda(quando da aquisição do lote);
  • Histórico vintenário;

Conhecimento da região

Outra coisa bastante importante é conhecer a região onde o imóvel se encontra. Lógico, isso é importante para o meio urbano também, mas no meio rural requer um maior conhecimento da geografia, terrenos vizinhos, como é o saneamento e, até mesmo, seus atrativos naturais.

Na venda para pessoas que tem interesse em plantar, o conhecimento da região deve ser ainda maior. Existe uma necessidade muito grande de saber o tipo de solo, os índices geométricos (para saber se chove), a perspectiva de colheita, se é permitido abrir lavoura, respeito de reserva legal cobrado (na região de Santa Maria o Ibama cobra 20%).

Lembramos também que deve existir o conhecimento dos campos vizinhos. Um grande exemplo disso é que pessoas que plantam oliveiras, uvas, e tomates buscam terrenos onde não tenha plantação de soja ao redor. Isso ocorre porque quem planta soja usa um veneno chamado 2,4-d, um herbicida, que não deixa a flor da oliveira, uva e tomate nascer, o que influencia diretamente na safra deles.

Outros tipos de plantação também possuem necessidades específicas, que devem ser levada em consideração quando trabalhando com esse público.

Como vender imóveis rurais

Não existe uma fórmula pronta para o sucesso na venda de um imóvel rural. Como é um público bastante específico, e que não é todo mundo que quer adquirir uma grande propriedade, isso significa que é necessário um estudo de situações que sempre estão presentes no agronegócio para conseguir realizar a venda com mais facilidade.

Não diferente da venda de propriedades urbanas, vender um imóvel no campo também exige muita dedicação. Entretanto, é necessário se atentar a algumas especificidades para fazer a tão desejada venda.

Conhecer seu cliente ainda mais

Não dá para negar que sítios e fazendas são grandes atrativos, principalmente para pessoas que buscam tranquilidade e o sossego que uma “casa no mato” oferece, ou também para produtores rurais que querem investir no plantio ou na criação de gado. Logo, é necessário buscar sempre entender a real necessidade de compra do cliente.

Se ele busca paz, descanso e sossego, você não pode oferecer uma casa onde existe grande movimento de plantio, maquinários, e plantações. Já se a pessoa busca algo para começar uma plantação, e quer um movimento agrícola ou de pecuária, ofereça casas com campos mais vastos, e se possível, um terreno que seja produtivo.

Inegavelmente, conhecer a profissão e tudo que acerca o cliente, definindo suas personas, também é extremamente necessário neste caso.

Entenda a necessidade do seu cliente

São diversos os motivos que fazem uma pessoa buscar uma casa no campo. Nesse sentido, é necessário entender a busca do cliente. Se um cliente busca comprar uma casa no campo para descanso, abuse de termos que remetem a isso na hora da venda. Seja na descrição do imóvel no seu site imobiliário, ou, na hora da conversa com o cliente.

Divulgue

Capriche na divulgação do imóvel. Seja na internet ou eventos do agronegócio. Seja criativo, mostre todos os pontos positivos do imóvel. Faça algo diferente na visita do imóvel que agrade o cliente, e principalmente, saiba tudo do imóvel e do seu cliente.

Aproveite o mercado

Concluindo, os imóveis rurais são uma ótima forma de expandir sua atuação no mercado imobiliário. Eles possuem um grande público, bastante específico e que pode render ótimos resultados.

Estudar seus clientes e estar preparado é uma dica que vai funcionar em qualquer área do mercado imobiliário, e aqui não é diferente. Entenda especifidades da terra ou de plantio para conseguir resultados ainda mais efetivos.

//Post feito com colaboração da Cotrel imóveis Ferrari Melo imóveis


Relacionados