Alcance bons resultados definindo metas com a metodologia SMART


Tempo de Leitura: 6 minutos
Você já sabe que, como corretor de imóveis, o objetivo principal da sua profissão é atingir bons resultados de vendas, não é? É por isso que neste post vamos falar um pouco sobre como a definição de metas pela Metodologia SMART pode te ajudar nesse processo. As metas podem servir tanto como uma ferramenta de mensuração de eficácia, quanto como um desafio para estimular os profissionais a atingirem o resultado esperado. Além disso, as metas são essenciais para criar um bom planejamento de vendas. Mas, antes de falar como definir suas metas com a Metodologia SMART, vamos contextualizar mais um pouco.

O que é uma meta?

As metas são claras e específicas e, principalmente, têm um prazo para serem realizadas. É a partir delas que somos motivados a agir a fim de atingir um objetivo específico. Além disso, as metas trazem consigo um planejamento para ser atingida. É importante lembrar que meta é diferente de sonhos e de desejos, embora todas expressem vontade de realizar algo. A grande diferença entre eles é a ação que você tem a partir de cada um, bem como o tempo que leva para tomar esta ação. O sonho é algo, comumente, grandioso e capaz de motivar muitas escolhas importantes. Porém ele não motiva muita ação e, se motiva, não determina um prazo. Um desejo é uma vontade simples, como comer um bolo ou ir à uma festa. Então ele motiva uma ação imediata, sem precisar de planejamento e nem muitos esforços. Você, como corretor, deve saber como estipular metas desafiadoras para melhorar seus resultados de vendas. Isso pode te ajudar a ter mais motivação e garra para captar mais clientes e dar o melhor de si em cada atendimento. Agora que você já sabe um pouquinho sobre o que é uma meta, vamos te mostrar como é possível defini-la através da Metodologia SMART.

Como definir metas com a Metodologia SMART

SMART é o acrônimo de cinco palavras que são consideradas regras para fazer com que uma vontade se torne uma meta. Estas palavras são: eSpecífica (Specific); Mensurável; Alcançável; Relevante e Temporal. Para que possamos considerar uma meta como tal, é necessário que ela preencha os seguintes itens de forma satisfatória.

Específico (S)

Uma meta deve ser extremamente específica. Isso para que você não possa ter a chance de mudá-la no meio do caminho ou satisfazer-se com metade do resultado esperado. Quando somos capazes de tornar nossa meta muito específica, a chance de atingi-la torna-se muito maior. Afinal, como diz o dito popular, “para quem não sabe onde quer chegar, qualquer lugar serve”, né?

Mensurável (M)

A meta também deve ser mensurável. Isto é, que seja possível colocar números exatos para nortear o seu alcance. Quantas vezes escutamos alguém falar que gostaria de ganhar mais, trabalhar menos ou ambos? Estes podem ser exemplos de desejos e vontades, mas não de metas. Para que uma meta seja mensurável, é necessário que haja um comparativo à uma escala conhecida. Da mesma forma, é preciso determinar evidências do que precisa acontecer para que você saiba se atingiu a meta. Por exemplo, se a sua meta é ganhar mais e ao mesmo tempo trabalhar menos, pode considerá-la atingida quando você receber um salário 10% maior e não trabalhar mais aos sábados em um prazo de 6 meses.

Alcançável (A)

Por mais que as ambições sejam altas, uma meta precisa necessariamente ser alcançável para fazer sentido ao seu sistema. Muitas pessoas creem que, ao determinar uma meta maior que o considerado “possível", podem conseguir fazer progressos além do esperado. Em alguns casos, isso até pode ser verdade. No entanto, se você sempre determinar as metas acima do que é capaz de conseguir, nunca experimentará o prazer de alcançá-la, bem como o sentimento de dever cumprido ao fim do prazo determinado.

Relevante (R)

É muito importante que uma meta seja relevante para gerar movimentação. Se os passos necessários para atingi-la não são capazes de exigir um certo esforço, estes não gerarão continuidade na busca pelo objetivo. Neste princípio, utilizamos a lei do esforço e da recompensa. Se alguém se esforça muito para conseguir atingir um objetivo, quando ocorrer a conquista, esta terá um grande valor, o que acaba gerando incentivos para definir novas metas. No entanto, se a meta for muito fácil ou não representar desafio, talvez a pessoa não se empolgue para correr atrás, podendo até desistir.

Temporal (T)

Uma meta, para ser vista como tal, necessariamente precisa ter um prazo para conclusão. Este é um dos principais itens a ser levado em consideração e, infelizmente, é o mais negligenciado entre eles. Geralmente nos entregamos por completo para resolver a situação quando temos um prazo a cumprir, ainda mais se ele é curto. O prazo é fundamental para que haja o cumprimento da proposta. Mesmo que você seja uma pessoa organizada, é recomendável que determine um prazo final para que haja obrigatoriamente esse cuidado. Viu como é importante estabelecer metas? Para sua profissão de corretor as metas podem lhe ajudar muito. Com metas estabelecidas e um bom planejamento, pode ter certeza que terá sucesso nas vendas. Criar metas realistas, tanto para si mesmo quanto para os seus funcionários, caso seja dono de uma imobiliária, lhe torna um gestor responsável. Além de uma visão sistêmica aguçada zelando pelo bem-estar de um grupo de pessoas que trabalham por um objetivo comum. Uma outra vantagem do estabelecimento de metas, é a mensuração de resultados. É possível se basear nelas e saber se você está tendo resultados satisfatórios e se está no caminho certo. Para saber mais como aumentar suas vendas e ter sucesso no ramo imobiliário, acompanhe nosso blog. Aqui sempre damos dicas e auxiliamos corretores a exercer a profissão com mais domínio e facilidade.

Relacionados