O mercado imobiliário é um dos segmentos que mais necessita de estratégias eficientes de endomarketing. Diversos fatores são responsáveis por tornar a relação entre corretores de imóveis e imobiliárias cada vez mais difícil. 

A falta de vínculos trabalhistas, o comissionamento e a alta taxa de rotatividade são somente alguns dos exemplos que justificam essa procura tão alta das imobiliárias por novos meios de aprimorar o relacionamento entre a empresa e seus colaboradores.

Você é gestor(a) imobiliário? Quer descobrir como o endomarketing imobiliário pode engajar a sua equipe e potencializar os resultados da sua imobiliária? Então confira este artigo!

O que é endomarketing imobiliário?

Antes da definição, é preciso entender quais são as diferenças entre marketing, endomarketing e endomarketing imobiliário.

Quando pensamos no conceito de marketing, logo vem à mente a ideia de promover a empresa para o público externo, captar novos leads e prospects, gerar valor para os clientes e demais ações de comunicação mercadológica.

Já o endomarketing, vem da junção do termo marketing com o prefixo “endo”, que significa “dentro”.

Portanto, o endomarketing representa toda e qualquer ação de marketing que seja direcionada para o público interno. 

Assim como na primeira definição, o endomarketing também busca promover a empresa, gerar e entregar valor para o seu público de interesse, mas, nesse caso, o público interessado são os próprios colaboradores.

Dessa forma, o endomarketing imobiliário expressa todos esses conceitos citados anteriormente, mas aplicados dentro do contexto das imobiliárias, incorporadoras, construtoras e etc. 

Como os corretores e corretoras são tratados na sua empresa? Qual imagem eles possuem da sua imobiliária? Existe uma sensação de pertencimento ou distanciamento?

E você, corretor, se sente motivado pela empresa a fechar novos negócios? É lhe oferecido o suporte e a estrutura necessária para tal?

Essas perguntas são base para um diagnóstico de como anda a prática do endomarketing imobiliário e da comunicação interna dentro da sua empresa.

Desafios do endomarketing no mercado imobiliário

Como já relatado anteriormente, manter a motivação e o bom relacionamento entre os colaboradores de uma imobiliária é uma tarefa árdua. Quem não deseja ter uma equipe engajada? 

No entanto, no mercado imobiliário existem algumas peculiaridades que atrapalham bastante esse processo.

Isso pode criar, muitas vezes, um ambiente de trabalho que prejudica o desenvolvimento das atividades, com impacto direto na receita ao final do mês.

E entre as causas que impactam nessa relação entre corretor e imobiliária, podemos citar:

Corretores de imóveis não possuem vínculos trabalhistas

Ainda que os corretores utilizem a estrutura da imobiliária, eles não possuem vínculo empregatício com essas empresas. Portanto, não dispõem de benefícios como remuneração fixa, 13º salário ou férias pré-determinadas.

Salvo raríssimas exceções, além dos que atuam de forma individual, a prática mais comum nesse mercado é a atuação do corretor de imóveis como profissional autônomo associado à imobiliária. 

É firmada uma parceria onde a empresa oferece toda a estrutura disponível, incluindo equipe de comunicação, financeira, administrativa, captação e repasse de novos clientes, enquanto o corretor de imóveis fica responsável somente pela condução e fechamento dos negócios.

Se por um lado os recursos oferecidos pela imobiliária permitem que o corretor permaneça focado na negociação dos imóveis, por outro isso representa um valor menor recebido após cada fechamento. 

E isso nos leva ao próximo desafio da lista.

A comissão do corretor de imóveis

Como os corretores não possuem vínculo empregatício com as imobiliárias, também não recebem salário. Logo, o meio de remuneração desses profissionais se dá através de uma comissão recebida no final de cada negociação.

A forma como a comissão do corretor de imóveis é definida varia conforme o tipo e o valor da negociação concluída. No entanto, vale destacar que uma parte dessa quantia sempre fica com a imobiliária. 

Além disso, é comum que, na divisão dessa porcentagem, ocorram desavenças entre os corretores e as imobiliárias, que não conseguem chegar a um acordo sobre o repasse das comissões.

A alta competitividade entre os corretores de imóveis

Além de dividir a comissão com a imobiliária, os corretores também precisam compartilhar entre si todos os clientes captados pela empresa.

Após passar por um pré-atendimento, o cliente interessado é encaminhado para um dos corretores disponíveis. A ordem de atendimento também varia conforme o processo estabelecido pela imobiliária. 

Contudo, seja através de sorteio, fila ou de acordo com a especialidade de cada corretor, o fato é que se a equipe não for bem gerenciada, o clima de concorrência interna pode gerar uma competitividade tóxica para a própria imobiliária.

A alta rotatividade de funcionários nas imobiliárias

É claro que com todas essas questões, não há como esconder as altas taxas de rotatividade dos funcionários existentes no mercado imobiliário.

Se a imobiliária não promove segurança quanto às condições de trabalho, um percentual justo de comissão por negociação ou um clima organizacional que não incentive a competitividade tóxica entre os colaboradores, cabe ao corretor buscar uma nova empresa para se associar, ou até mesmo partir para a carreira individual.

Não ter vínculo empregatício com a imobiliária torna a barreira de entrada e saída dos corretores muito baixa.

Como não existe um contrato profissional firmado, a qualquer momento a parceria pode ser desfeita, caso seja do interesse de alguma das partes.

Todavia, a alta rotatividade prejudica diretamente o desempenho da imobiliária.

Com a troca constante de funcionários, fica muito mais difícil reter talentos e melhorar a entrega de resultados da sua equipe

A importância e os benefícios do endomarketing imobiliário

Dentro do contexto imprevisível deste mercado, investir em ações de endomarketing imobiliário é uma saída que pode otimizar diversos setores da sua empresa.

Manter uma equipe constantemente motivada requer esforços diários, independente do segmento. E os desafios citados anteriormente comprovam que o mercado dos imóveis possui particularidades que aumentam ainda mais essa necessidade.

Implementar boas estratégias de endomarketing na sua imobiliária é o caminho ideal para diminuir a rotatividade da empresa. É preciso reforçar a sensação de pertencimento dos colaboradores. 

Quando a imobiliária promove o diálogo entre a equipe, treinamentos, capacitações e demais incentivos, o profissional sente que a empresa está interessada no seu desenvolvimento.

Dessa forma, os corretores se tornarão mais motivados em retribuir o esforço investido.  

Por um lado, o corretor saberá que estando na sua empresa ele será cada vez mais capacitado para exercer a sua profissão e fechar mais vendas.

Do outro, com a permanência de profissionais talentosos e engajados, a imobiliária tende a potencializar o desempenho e a produtividade da equipe, além de alavancar o fechamento de novos contratos.

Ainda que o corretor de imóveis não seja um funcionário efetivo da organização, é importante valorizar a presença deste profissional, deixando claro que a sua participação na equipe é fundamental para alcançar os resultados desejados.

A matemática é simples, todos ganham. 

[Total: 2   Average: 5/5]