Reformar imóveis para revender: vale a pena?


Tempo de Leitura: 7 minutos
Será que seria um bom negócio reformar o imóvel antes de vendê-lo? Vamos te dar algumas dicas para você analisar se vale a pena ou não reformar o seu imóvel antes de anunciá-lo para venda. É indubitável que o imóvel é valorizado quando reformado estrategicamente. Segundo Renato Teixeira, presidente da rede de franquias imobiliárias RE/MAX Brasil, “o principal objetivo é assegurar o valor da contraproposta e ganhar a possibilidade de uma venda mais rápida’’. O imóvel pode ser reformado desde a pintura até reformas estruturais maiores. Deve ser analisado qual a melhor maneira de fazer essa reforma. Além disso, o valor de investimento deverá ser recuperado pelo menos em 50%. Se o imóvel for uma casa, vale a pena investir, pelo menos, na pintura externa. Isso a torna mais agradável e convidativa, principalmente se a pintura já está desgastada ou com uma cor muito chamativa. Se você não tiver condições de investir muito dinheiro antes de anunciar o imóvel, uma boa ideia é fazer uma boa limpeza, ainda mais se ele tiver pátio ou piscina. Além da limpeza, uma boa pintura também fará toda a diferença e não custará caro. Porém, é importante que, tanto para o exterior como para o interior dos imóveis, você dê preferência a cores neutras. Assim é mais fácil agradar um maior número de pessoas. A estética do imóvel é um agregador de preço. É por isso que você deve apresentar um imóvel bem cuidado. Obviamente, se o imóvel necessitar de reformas elétricas e hidráulicas, é necessário que o proprietário invista nisso. Ele deve estar em boas condições estruturais, caso contrário o novo morador poderá se sentir lesado com a compra. Porém, existem reformas que não valem a pena, pois não recuperam nem 50% do valor investido, como decoração ou ampliação de cômodos. Procure focar no básico citado acima para comprar, reformar e vender imóveis, onde o valor investido fique em 10% do valor do imóvel. Além disso, se o seu imóvel for um apartamento, o prédio deve estar limpo e bem cuidado. Caso contrário o imóvel é desvalorizado por causa disso e uma reforma talvez não seja um bom investimento. Certifique-se que o edifício esteja em bom estado, pois será a primeira impressão que o comprador terá. Se o seu prédio investir numa reforma externa e nas áreas comuns, automaticamente seu imóvel já será valorizado. A menos que você tenha problemas elétricos e hidráulicos, como mencionado anteriormente, talvez não valha a pena fazer uma reforma, neste cenário. Uma outra coisa que deve ser considerada é o preço. Ele deve ser justo. Muitas vezes o proprietário acha que trocar alguns azulejos pode aumentar muito o valor do apartamento ou da casa. Entretanto, acaba se frustrando quando não tem comprador. Talvez seja mais compensatório para você apenas elaborar uma boa estratégia. Por isso, se você não deseja reformar o seu imóvel mas mesmo assim quer vendê-lo rapidamente, esteja aberto para negociações. Muitas pessoas procuram um imóvel barato para reformá-lo depois e deixar com a sua cara. Como já dizemos, cada imóvel deve ser analisado para saber se vale a pena ou não reformá-lo antes de vender. O cenário da casa ou do apartamento fazem toda a diferença nessa hora. Leia a seguir algumas dicas que você deve considerar antes de decidir se vale a pena ou não reformar o seu imóvel.

Vale a pena reformar o meu imóvel?

Que você deve analisar o cenário do seu imóvel você já sabe, mas o que você deve considerar para tomar essa decisão?

Orçamento

Faça as contas e certifique-se que você tem a verba necessária para sua reforma. Inclua um “extra”, pois reformas sempre tem imprevistos. Não adianta você querer fazer uma reforma se for te dar prejuízos. Por isso, esteja ciente do seu orçamento para saber o que você pode pagar.

Sua intenção

Se você for comprar um imóvel com intenção de lucrar em cima, foque em um imóvel com preço relativamente baixo. Se o valor que você pagar for muito alto, provavelmente não sobre muito para as reformas. Lembre-se de fazer as contas. Se possível faça parte do trabalho você mesmo, procure alternativas baratas de reforma. Desse modo você não precisa investir muito e acaba lucrando com a valorização do imóvel. Mas lembre-se que o trabalho final precisa ficar bem apresentado. Se você não se garante com a mão na massa, é melhor contratar um profissional. Avalie custo-benefício.

Seja realista

Não comece uma reforma que você não dará conta, tanto por dinheiro, quanto por empenho. Comece com coisas pequenas que chamam a atenção de quem compra, como pintura, azulejos, etc.  Seja realista e não ache que você poderá reformar a casa inteira se você não tem condições para isso. Caso você se torne um investidor deste tipo, deixe as reformas maiores para quando tiver mais experiência nessa área.

Público-alvo

Como todo trabalho, o público-alvo deve ser definido. Tenha em mente qual o tipo de pessoa que compraria o seu imóvel. Ampliar espaços pode ser bom caso o foco seja uma família, por exemplo.

Atente no mercado imobiliário

Fique atento no mercado imobiliário. Procure por imóveis parecidos com o seu e saiba qual o valor que está sendo ofertado. Assim você saberá quanto pode valer o seu imóvel e sabe o que os seus concorrentes estão oferecendo.

Foque no seu objetivo

Tenha sempre em mente o seu objetivo principal que é comprar e reformar imóveis para lucrar ao revendê-los. É fácil ficar apaixonado pelo projeto e acabar fazendo de acordo com o seu gosto.  Entretanto, certifique-se que a sua reforma agrade um maior número de possíveis compradores. Foque em cores básicas e estilos tradicionais. O que realmente importa é o orçamento que você tem para a reforma necessária. Se você tiver orçamento para reformar mais coisas, ótimo. Se não tiver, o mínimo que você deve fazer é deixar o imóvel bem apresentado. Além disso, como já falamos, fique atento ao mercado da sua região e preços de imóveis similares ao seu, para não gastar mais do que o necessário. Aliás, também leve em consideração a vizinhança e outras facilidades que podem agregar valor a sua casa ou apartamento. Com um bom planejamento, será fácil ter sucesso nessa área. Saber investir para obter o retorno desejado é importante para que você não tenha prejuízos. Além disso, o vendedor de imóveis que deseja ser mais organizado e otimizar seu tempo deve conhecer os recursos ofertados pela Jetimob. Se você deseja aprender mais sobre o ramo imobiliário e sanar algumas dúvidas, acompanhe o nosso blog. Aqui fazemos vários posts para ajudar os corretores imobiliários a se dar bem nessa área.

Relacionados