Black Friday: lições que podemos aprender


Tempo de Leitura: 6 minutos

Tenho certeza de que nos últimos dias você já se deparou com o termo: black friday. Aposto que na sua caixa de entrada também chegaram diversos e-mails com esse tema. A sexta-feira que promete vantagens e descontos está por toda a parte.

O termo, segundo o site da BBC, teve origem nos Estados Unidos e hoje é adotado em vários países do mundo. Lá nos EUA, o evento acontece sempre depois do feriado de Ação de Graças. Nessa data se formam filas enormes de pessoas em busca de produtos com preços baixos.

Apenas a partir de 1990 que o termo black friday se espalhou. Em 2001, passou a ser considerado o maior dia de compras. Segundo o site da BBC, por muitos anos a data gerou inveja aos lojistas canadenses, pois seus clientes viajavam até os EUA em busca das ofertas da data. Eles então decidiram oferecer suas próprias liquidações na mesma data dos americanos.

No México, a black friday recebeu o nome de “El Buen Fin” e sugere que o final de semana inteiro terá descontos e promoções. A comemoração é associada ao aniversário da revolução de 1910 no México. Por coincidência a data às vezes cai na mesma do Dia de Ação de Graça dos Estados Unidos.

Mas e no Brasil? Por aqui, mesmo esse feriado não existindo, a data passou a ser incluída no calendário comercial do país. Essa decisão vem do potencial percebido na black friday pelos lojistas. Desde 2010, o evento que começou apenas no universo online faz sucesso por aqui e se disseminou para os mais diversos setores do comércio.

Mercado imobiliário

Imóveis são bens de valor mais alto e talvez esse seja um dos motivos que fez com que o mercado imobiliário demorasse mais para participar da black friday. Hoje, portais, imobiliárias, construtoras e diversas empresas ligadas a esse mercado promovem a data e oferecem descontos para seus clientes. Segundo o VivaCorretor, novembro já se tornou o mês com maior procura por imóveis.

Para incorporadoras e corretores(as) que trabalham com lançamentos, a black friday pode ser uma alternativa para atrair clientes e conquistar vendas. Já quem trabalha com a venda de imóveis usados podem se beneficiar pelo aumento da procura por imóveis no mês de novembro. Segundo o VivaReal, as visitas no portal sobem muito e os contatos recebidos aumentam em mais de 90%.

O desafio maior para profissionais do mercado imobiliário é conseguir conquistar seu cliente de maneira mais ágil. Afinal, um dos fatores que mais influenciam a tomada de decisão durante esses períodos de promoção é a compra por impulso. Esse aspecto nem sempre pode ser aproveitado pelos(as) corretores(as), visto que adquirir um imóvel demanda decisões mais pensadas e geralmente tomadas a longo prazo.

Porém, segundo o IBOPE/CNI, o consumidor está 9,8% mais confiante em relação ao mesmo período de 2015. Em publicação do Mercado Imobiliário, Lucas Vargas, CEO do VivaReal afirma que os clientes estão mais seguros para comprar e isso influencia também na busca por imóveis. “a black friday se torna uma ocasião bastante propícia para que essa demanda represada possa se converter em negócios”, destaca Vargas.

Mas afinal, que lições podemos aprender com a black friday? Destacamos algumas abaixo:

1. Todo mundo quer descontos e benefícios

Durante uma negociação, tenha em mente que seu cliente quer ser bem atendido e ficará muito mais satisfeito se for presenteado com alguma vantagem. Aprenda a trabalhar com os valores que você entrega. Mais do que isso, entenda como apresentar benefícios a seu cliente. Muitas vezes, uma boa consultoria ou um serviço completo que facilite e poupe ele de enfrentar uma burocracia desnecessária pode ser entendida como grande vantagem por ele.

No mercado imobiliário, o(a) corretor(a) é peça fundamental para que haja um negócio favorável para todas as partes. Então, faça jus a essa tarefa e dedique-se para que cada negociação seja proveitosa e leve benefícios reais para seu cliente. Aprenda com a black friday e tenha sempre em mente que um benefício dado ao consumidor pode garantir uma venda.

2. Ninguém quer ser enganado

O passar do tempo trouxe desconfianças sobre a veracidade dos descontos anunciados pelas lojas na black friday. No mercado imobiliário esse é um aspecto que deve ser considerado. Ao adquirir um bem tão importante quanto um imóvel, o consumidor deve sair totalmente satisfeito daquela negociação.

Omitir defeitos ou características dos imóveis não é uma conduta profissional. O(a) corretor(a) que pensa que vale tudo para concretizar uma venda pode ser prejudicado no futuro. Alguém que foi enganado nunca vai indicar os serviços daquele profissional para familiares e amigos. E pior, vai espalhar aquela experiência negativa adiante, seja no boca-a-boca ou deixando seu depoimento nas redes sociais da imobiliária ou do profissional.

3. Oportunidades de venda podem ser criadas

A black friday foi uma data criada por lojistas para causar um impacto nas vendas daqueles locais. Seja na sua imobiliária ou mesmo para realizar a venda de um determinado imóvel, é possível que o(a) corretor(a) de imóveis crie oportunidades de venda. Às vezes, dedicação, criatividade e uma pitada de coragem podem trazer resultados positivos.

Saiba transformar situações adversas em oportunidades. Estude seu mercado, conheça muito bem os artifícios que você pode utilizar e esteja em constante evolução. Buscar auxílio de outros profissionais, trocar experiências com seus colegas e exercitar suas técnicas de venda vão ajudar muito nesse processo.

Saiba se destacar entre a concorrência

Diante das diversas propagandas e anúncios de black friday. O que vai fazer o consumidor escolher uma loja e não a outra? Às vezes o valor do produto, outras vezes a confiança que possui na empresa, ou até mesmo um frete mais barato. São inúmeras as características que diferenciam uma empresa de outra.

No mercado imobiliário, batalhe para que você seja a escolha certa. Saiba informar, atender e negociar. Ter um site otimizado que seja encontrado nos primeiros resultados das pesquisas no Google pode ser imprescindível. Investir em uma comunicação alinhada e vendedora também pode trazer benefícios para seu negócio imobiliário. Dedique tempo a pensar no seu potencial. Saber seus pontos fortes é fundamental. Para que você consiga transmitir isso para seus clientes e se diferenciar de seus concorrentes.

Quer saber mais sobre o consumidor atual? Confira o post: Algumas mudanças na rotina de vendas ajudam a conquistar o consumidor atual ou se quiser ver algumas perspectivas para o futuro do mercado imobiliário acesse: O futuro do mercado imobiliário.


Relacionados