Saiba quanto ganha um corretor de imóveis

Se você pensa em ingressar no mercado imobiliário, certamente já se perguntou quanto ganha um corretor de imóveis. Por isso, neste texto iremos te explicar todas as formas de remuneração desse profissional e algumas dicas para se ter sucesso nesse mercado que cresce exponencialmente diariamente.

O corretor de imóveis é o profissional responsável por intermediar as negociações no setor imobiliário. Sejam elas de compra e venda, locação, permuta ou até mesmo a administração de condomínios, todas passam pelas mãos do corretor.

Além disso, outro fator que influencia em quanto ganha um corretor de imóveis é o método de trabalho. Isso porque na corretagem é possível atuar de maneira autônoma ou vinculada a alguma imobiliária.

Quanto ganha um corretor de imóveis: dados atualizados!

Antes de falar sobre quanto ganha um corretor de imóveis é importante entendermos a diferença entre salário e remuneração. Muitas pessoas confundem estes dois conceitos na hora de avaliar o salário de um corretor, achando que eles recebem uma renda fixa mensal ou altos ganhos recorrentes.

Remuneração fixa: salário de um corretor de imóveis

Como todos nós conhecemos, o salário é um valor-base fixo que um trabalhador recebe pela atividade profissional exercida, que geralmente costuma ser negociada nos contratos de trabalho, tendo um piso estabelecido por lei.

Remuneração variável: comissões do corretor de imóveis

Já remuneração pode ser um valor qualquer, não fixo – mas podendo ser recorrente – recebido pelo pagamento do seu trabalho (mais conhecido como modelo autônomo ou freelancer). Para isso, existe uma tabela de percentuais fornecida pela CRECI-SP, usada como referência nos momentos da comissão.

TIPO DE VENDA PERCENTUAL
Imóveis urbanos 6% a 8%
Imóveis rurais 8% a 10%
Imóveis industriais 6% a 8%
Venda judicial 5%

Vale ressaltar que estas taxas podem sofrer constantes alterações. Por isso, é importante estar sempre atento quanto ao CRECI da sua região para ficar atento quanto às regências da profissão.

E para ficar melhor contextualizado financeiramente a atividade de corretagem imobiliária, entenda que a comissão pode se dar em 3 formas, sendo elas:

Corretor autônomo

Em geral, o salário de um corretor de imóveis é variável, pois depende da venda ou captação de imóveis. Caso o corretor seja autônomo, o valor recebido irá variar conforme seu desempenho. Neste caso, ele trabalha por conta própria. Ele capta, negocia, acompanha, às vezes tendo seu próprio escritório e podendo ser parceiro de outro corretor, sem a interferência de imobiliária. Se ele faz uma parceria, a comissão é dividida.

Captação

O valor recebido aqui interfere no salário do corretor de imóveis, mas é um lucro pequeno. O corretor poderá focar na captação de imóveis, fazendo somente isso ou atuando em conjunto com a venda. A regra geral é 10% de comissão sobre o valor do imóvel captado, quando o mesmo for vendido.

Parceria com imobiliária

Esta é a forma mais conhecida, ocorre quando o corretor faz uma parceria com uma imobiliária. A mesma absorve os custos operacionais com uma parte da comissão. Algumas das vantagens é o fato do corretor possuir apoio na parte de marketing, no site da imobiliária, na estrutura, além de mais imóveis e uma carteira de clientes.

Afinal, qual o salário de um corretor de imóveis?

Agora que já vimos e temos uma boa ideia sobre as variações do salário de um corretor de imóveis, podemos prosseguir para mostrar algumas diversificações que ocorrem durante o processo.

É normal que no início de sua carreira, um corretor de imóveis ganhe menos que seus colegas que possuem mais experiência. Mas conforme o mesmo faz aperfeiçoamentos de suas técnicas de vendas e acaba ganhando mais reconhecimento no mercado, a tendência é que seu faturamento aumente.

Vale ressaltar que é usual alguns corretores de imóveis trabalharem em parcerias, seja com outros profissionais autônomos, ou com imobiliárias.

Logo, existem cenários onde a comissão oriunda da negociação é dividida entre corretor, imobiliária, ou até mesmo, o agenciador do imóvel.

Exemplo: É vendido um imóvel de R$200.000. E o honorário é de 6%.
R$ 200.000 / 6% = 12.000

O corretor da venda não vai ganhar esses 12.000, visto que ainda será descontado a porcentagem do agenciador/captador do imóvel, o valor que será pago para a imobiliária, e por fim, o seu valor, como corretor de vendas.

Um corretor de imóveis que se concentra somente em um único tipo de segmento do mercado ou de imóvel, pode se tornar um excelente profissional e consolidar sua carreira no mercado. Por exemplo, existem aqueles especializados em moradias populares, de luxo, propriedades rurais, entre outras. Existem diversas possibilidades dentro do mercado.

O que um corretor de imóveis faz?

Os corretores de imóveis são profissionais referência na função, sendo especialistas em negociação e nas intermediações que assessoram os compradores, locadores, locatários e vendedores.

Podemos dizer que seu papel envolve resolver desde as questões mais burocráticas até as mais práticas. Dessa forma, ele é responsável por uma série de tarefas durante o processo de compra. É importante ressaltar que, com o crescimento da tecnologia, a função do corretor de imóveis no mercado está mudando.

Por exemplo, os portais imobiliários contêm todas as informações básicas sobre um apartamento ou casa, deixando assim tudo disponível para o cliente. Por isso é importante o profissional estar sempre se atualizando.

Como se inserir no mercado imobiliário como corretor de imóveis?

E agora que você já conhece mais sobre a remuneração de um corretor de imóveis e qual sua função, mostraremos um pouco mais sobre como se inserir neste mercado.

Assim como em qualquer outra carreira, o crescimento desse profissional exige tempo e dedicação. Em seus primeiros passos, é normal não ter clientes próprios. Por isso, boa parte do seu tempo no começo será na dedicação de conquistar seus primeiros clientes.

E alguns requisitos para ser corretor imobiliário:

  • Fazer o curso de TTI (Técnico de Transações Imobiliárias);
  • Ter mais de 18 anos;
  • Ter concluído o ensino médio.

O curso de TTI é um curso técnico que pode ter duração entre 4 e 18 meses. Mas saiba que este não é o único caminho de formação para um corretor de imóveis. Outro curso parecido e que pode ajudar a entender melhor as funções dessa profissão é o de gestão imobiliária. Existem vários cursos para corretor de imóveis, que você pode conferir tudo em nosso blog.

Dicas para ter sucesso financeiro como corretor de imóveis

Se você está procurando por maneiras de como se tornar um corretor de imóveis de sucesso, saiba que com algumas dicas e estratégias, isso é possível. A profissão é cheia de desafios, e assim, não é nada interessante lançar mão de algumas estratégias que estão ao seu alcance.

O mais importante, e isso para qualquer área de trabalho, é amar o que você faz. Não adianta entrar no mercado imobiliário pensando apenas nos ganhos. É preciso estar motivado e com o desejo de realizar o sonho dos seus clientes.

E por se tratar de uma profissão com amplas variedades de atuação no mercado, você pode conferir nosso guia completo para se destacar como corretor de imóveis.

Conclusão: vale a pena ser corretor de imóveis em 2022?

A profissão de corretor de imóveis pode ser altamente recompensadora, desde que o profissional atue de forma correta e utilizando de boas estratégias. A área está repleta de oportunidades e o corretor pode agarrá-las a qualquer momento.

E não para por aí, pois o profissional tem que desempenhar uma série de outras atividades para que seu trabalho entre nos trilhos. Você pode ver com mais detalhes em um de nossos posts se vale a pena ser corretor autônomo ou trabalhar para uma corretora.

Então vimos que o salário de um corretor de imóveis pode ser fixo ou pode ser variado, dependendo da tabela disponibilizada pela CRECI-SP como base. Não podemos deixar de citar também, as mudanças que o mercado imobiliário está sofrendo com a tecnologia, em que o profissional precisa se adaptar a elas.

E se você gostou deste tipo de conteúdo, continue lendo nosso blog para mais informações. Esperamos você no próximo post!

You've successfully subscribed to Jetimob Blog
Great! Next, complete checkout to get full access to all premium content.
Error! Could not sign up. invalid link.
Welcome back! You've successfully signed in.
Error! Could not sign in. Please try again.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
Error! Stripe checkout failed.
Success! Your billing info is updated.
Error! Billing info update failed.