Topo
Veja regras de conduta sobre ética imobiliária

As 10 melhores dicas de gestão de pessoas no mercado imobiliário

Uma das principais fontes causadoras de sucesso ou de fracasso de uma empresa imobiliária é a má gestão de pessoas no mercado imobiliário. Além de afetar todo o clima organizacional, a gestão de pessoas interfere diretamente nos resultados e na saúde emocional das pessoas.

Afinal, além de ser uma estratégia fundamental no desenvolvimento de qualquer empresa, trabalhar a gestão de pessoas auxilia muito na qualidade do serviço, no rendimento, na produtividade e no espaço de trabalho.

De fato, é uma tarefa complexa, difícil e depende de muitos fatores. Contudo, compreendê-la e exercê-la é de extrema importância.

O que é gestão de pessoas?

Por gestão de pessoas, se entende: “associação de habilidades e métodos, políticas, técnicas e práticas definidas, com o objetivo de administrar os comportamentos internos e potencializar o capital humano nas organizações” (Chiavenato).

Na prática, a gestão de pessoas no mercado imobiliário, compreende a missão, visão e valores da empresa. Também abrange o perfil dos líderes, as formas de avaliação, as práticas internas e uma capacitação constante. Todos com o objetivo de desenvolver pessoas para que estas formem um grande complexo sistêmico (chamado organização) que atue em harmonia.

Esse é um tema que não se esgota e não tem uma regra fixa. Tem diversas práticas que devem ser escolhidas e adaptadas conforme o perfil da empresa. Além disso, é necessário investir constantemente em capacitações e em planejamentos, fator fundamental para garantir bons resultados.

Portanto, a gestão de pessoas no mercado imobiliário é ponto crítico e não envolve somente boa remuneração, bônus e prêmios. Vai muito além disso. Por isso, trouxemos dez (10) dicas que irão te auxiliar nesse assunto:

1. Busque pelo perfil adequado

Para cada posição é importante que haja pessoas com o perfil adequado para a função. Quem nunca viu um ótimo vendedor ser promovido a gerente e se tornar um péssimo profissional? Erro de avaliação. Não é porque alguém vende muito bem que será um bom gestor e vice-versa.

Cada perfil tem suas próprias motivações, necessidades, demandas, desafios, níveis de complexidades e de habilidades, conhecimento técnico, etc. Gerir bem é saber definir essas necessidades, é saber exercer a gestão de pessoas no mercado imobiliário. Você deve atrair, reter, motivar, desenvolver, reconhecer, avaliar e saber demitir também.

O que cuidar ao contratar:

Antes da contratação, a empresa precisa ter clara a descrição dos cargos e das funções. É necessário saber também o que exatamente vai exigir da pessoa contratada. Da mesma forma, já que o trabalho é uma via de mão dupla, o colaborador precisa saber exatamente o que se espera dele.

Na hora de contratar saia do comum currículo-entrevista-dinâmica. Portanto, procure por formas diferentes de seleção. Uma ótima forma de avaliar o potencial é fazer testes direcionados à área ou perguntas baseadas em situações reais para ver como o candidato reage.

Algumas empresas estão usando jogos, simulações de vídeo games, teatro e muitas outras formas para chegarem ao candidato que mais se aproxima à vaga.

2. Contrate um Departamento de Recursos Humanos

O papel do RH é justamente alinhar as estratégias da empresa imobiliária. Ou seja, focar nas políticas da empresa e determinar mecanismos que auxiliem no desenvolvimento e crescimento dela.

Portanto, o setor de RH tem um papel fundamental em uma empresa imobiliária. Ele contribui para que as lideranças definam, por exemplo, o perfil mais adequado para os cargos. Além disso, deliberam o que e como a diretoria deve organizar seus métodos, pensando nos planos da empresa e nos seus objetivos finais.

Esse departamento literalmente coloca “ordem” no ambiente. É dever deles realizar o diagnóstico e mapear as necessidades individuais da equipe e da imobiliária. Caso a sua imobiliária não tenha um departamento de RH, sugerimos contratar uma consultoria da área para ajudá-los nesses processos.

3. Conheça seus líderes

Pensando ainda na contratação, quem for contratar para sua própria equipe deve se conhecer muito bem para saber antes o que não quer. Cada líder, incluindo o CEO (Chief Executive Officer/ Diretor Executivo em português), é exemplo a ser seguido pelas outras pessoas que trabalham na empresa.

Liderança se aprende, mas nem todo gerente é líder (e vice versa). Tudo depende do que a sua empresa precisa e de como você vai adaptar os diferentes perfis dos líderes às necessidades da organização. Tem muito gerente chamado de líder, mas que impede o crescimento e a capacidade das pessoas para sua melhor versão.

Como falamos no início, gestão de pessoas no mercado imobiliário é algo complexo e requer muito trabalho. Portanto, os gestores/líderes precisam reconhecer suas falhas e devem estar dispostos a crescer e melhorar, seja nas suas próprias ações, como observar as ações dos outros cargos.

O exemplo que essa função sustenta dentro do mercado imobiliário é essencial, pois é ele que demanda os processos definitivos de uma empresa imobiliária. Portanto, é preciso coragem para fazer o que deve ser feito, mesmo que a exigência seja um esforço extra de todos.

4. Fortaleça sua equipe

Sem dúvida, pensar na motivação da equipe é um fator essencial para gestão de pessoas no mercado imobiliário. Uma relação harmoniosa entre a equipe, em que todos os setores e funções entendam a sua importância e compreendam o seu papel dentro da empresa, é de imensa importância.

Incentivar o crescimento não só individual, mas também o fortalecimento da equipe, auxilia no ambiente de trabalho, no empenho e, consequentemente, em futuras e boas negociações. Para isso, é necessário que a sua imobiliária compreenda o que está oferecendo aos seus funcionários e saiba, também, o que eles procuram.

Saber, por exemplo, se os corretores pretendem crescer profissionalmente, a fim de aprimorar os seus conhecimentos, oferecendo chances variadas de crescimento pessoal, e não somente profissional.

Portanto, ao pensar em fortalecimento de equipe, tenha em mente que os seus funcionários também são seres humanos, possuem família, e carregam consigo emoções externas à empresa.

Posto isso, mantenha a sua atenção na comunicação. Esteja aberto para ouvir e para se relacionar com todos. Respeite as diferenças de pensamento e saiba resolver ou atenuar os problemas. Assim, com o entendimento entre todos da equipe o funcionamento da empresa imobiliária fluirá melhor.

5. Possua uma Gestão de Equipe

É importante estabelecer o papel de cada um dentro de um negócio imobiliário e mais importante que isso, é saber como atuar, como agir diante dos subordinados. A primeira regra, e talvez uma das mais significativas, é focar na motivação e nos níveis de produção da equipe como um todo.

gestão de pessoas no mercado imobiliário

Nesse sentido, ofereça subsídios para que os objetivos da equipe sejam alcançados. Demonstre interesse e compreensão. Analise os pontos fortes e fracos, o potencial e os limites da sua equipe. Dê tempo para que as pessoas demonstrem suas capacidades e delegue funções a elas, aumentando os desafios pouco a pouco.

Esteja e seja presente. Ou seja, participe dos assuntos internos, monitore cada setor e favoreça a troca entre os setores. Dê feedbacks constantes do desenvolvimento das tarefas e, com isso, estimule a participação de todos.

As pessoas gostam de fazer parte de algo maior. Portanto, ouça e valorize as boas ideias e dê espaço para que seus funcionários inovem dentro da empresa. Demonstre empatia e celebre até mesmo as pequenas vitórias. Mesmo que pequena uma meta conquistada deve ser celebrada.

6. Observe as Competências e as Habilidades

Além de demonstrar interesse por cada setor, é importante conhecer as competências e as habilidades individuais. Funciona no sentido de diagnosticar o potencial da equipe e também da pessoa individualmente.

Cada um apresenta habilidades e competências, essas palavras não são sinônimas. Enquanto a habilidade compreende a capacidade de uma pessoa em conseguir desempenhar determinada função ou atribuição, a competência representa um controle dessas habilidades, com atitudes e entendimento. Uma pessoa habilidosa não é necessariamente alguém competente.  

Por isso, é importante saber o que cada um sabe e trabalhar esse conhecimento individualmente e em grupo. Por em prática os conhecimentos, as habilidades, é um ótimo exercício para considerar as qualidades e as falhas, contribuindo assim, para o desenvolvimento e para a capacitação.

7. Dê treinamentos aos seus gestores

Os gestores têm papel fundamental em atrair e conservar talentos. Muitos atestados e causas trabalhistas poderiam ser excluídas se os problemas de gestão fossem resolvidos. Isso passa pela ética da empresa em fazer o que deve ser feito.

“Vender bem” ou “bater metas” não pode ser desculpa para manter alguém na equipe. Humilhação, mentiras, desconsideração com as regras da empresa e imparcialidade são inadmissíveis para uma boa gestão de pessoas.

Não se deve justificar atos errados de gestão em função de metas e resultados. Entretanto, é importante que haja chances de melhorias e de desenvolvimento aos funcionários que não estão totalmente alinhados à empresa.

Desse modo, sempre dê treinamentos aos seus corretores de imóveis e incentive-os na busca por outras capacitações. Repare nas melhores práticas de clima organizacional e adapte à sua imobiliária, bem como faça uma divisão das informações com os outros gestores e crie métricas de avaliação.

Portanto, preocupe-se em utilizar meios que auxiliem a sua equipe, como um bom CRM imobiliário, por exemplo, uma ferramenta que administra e gerencia as necessidades da sua imobiliária da melhor forma . Ou seja, um bom gestor nunca para de olhar para sua equipe e para o mercado para fazer uma ótima gestão de pessoas.

8. Foque nos tipos de gestões

A principal forma de sucesso das imobiliárias é trabalhar a questão da gestão. A gestão imobiliária, por exemplo, permite trabalhar com um conjunto de métodos e procedimentos que auxiliem a empresa no bom andamento das atividades. Ela mantém a segurança de seus clientes e, consequentemente, realiza a captação de novos.

Portanto, essa gestão concede à empresa imobiliária um gerenciamento eficiente de todas as mudanças que possam surgir. Por isso, é essencial a sua utilização e conhecer que existem outras gestões que auxiliam no andamento das atividades de uma imobiliária.

Gestão de pessoas:

Aqui é necessário cuidar e gerenciar o relacionamento com os corretores da empresa, mas não somente esse setor. Como já mencionamos no decorrer desse texto, a gestão de pessoas no mercado imobiliário envolve diretamente nos resultados e na saúde emocional das pessoas.

Gestão de clientes:

O cliente é peça chave para o sucesso da empresa imobiliária, sem ele, obviamente não haveria lucros. Portanto, gerenciar bem o relacionamento, organizar e identificar quais os tipos de clientes, estudar os objetivos dele, etc.

A gestão de clientes é para isso, entender as necessidades e interagir com o foco principal da empresa imobiliária, o cliente, oferecendo, assim, um bom relacionamento e um atendimento diferenciado.

Gestão financeira:

É basicamente organizar a movimentação do caixa da imobiliária. Além da entrada por vendas e locação, também existem os gastos que são fixos da própria empresa. Como por exemplo: água, luz, contas internas e externas. O controle desses gastos é ponto imprescindível para o desenvolvimento financeiro do seu negócio imobiliário.

Gestão patrimonial:

Está relacionada aos bens, aos custos e às obrigações do negócio imobiliário. Ou seja, é preciso organizar bem essa gestão para que você tenha noção dos gastos, tenha o controle correto dos resultados financeiros do negócio.

Segundo o blog focalise, essa gestão “ainda facilita a obtenção de informações sobre o patrimônio construído e acumulado ao longo dos anos, o que permite entender se a organização está crescendo, se encontra-se estagnada ou se há declínio em suas operações”.

Gestão de contratos:

Nesse caso a questão da organização é de extrema importância. É nessa gestão que possuir um arquivamento inteligente faz toda a diferença. Com ele, você poderá agrupar documentos, atualizá-los, e poderá administrar corretamente todas as variáveis envolvidas na contratação.

Gestão online:

Ter um sistema de gestão online, ou até mesmo um chat online, é um grande diferencial para a sua imobiliária. Com ele o cliente pode manter contato com a sua empresa imobiliária e, com isso, propicia um controle prático das atividades, oferecendo mais organização e funcionalidade em que o acesso beneficia a todos.

9. Crie uma rotina de reuniões

É preciso conhecer bem a sua equipe e os seus funcionários. E, para o bom ‘andamento’ das atividades da empresa, e para uma boa organização das funções, é necessário que você providencie uma rotina de reuniões.

A rotina de reuniões é uma das formas que a empresa imobiliária pode demonstrar atenção a todos os funcionários. Ou seja, além dos gestores/líderes traçarem metas e estabelecerem objetivos, os outros funcionários também podem sugerir melhorias.

Portanto, seguir uma rotina de reuniões em que todos serão ouvidos demonstra à equipe que todas as ideias são valorizadas e que a empresa imobiliária funciona com a dedicação de todos.

10. Observe o ambiente de trabalho

Esse é um ponto bastante importante, se não o mais significativo para um negócio imobiliário. Se o ambiente de trabalho não for propício ao crescimento pessoal e profissional e ao progresso da empresa imobiliária, provavelmente o seu negócio irá fracassar.

Assim como optamos por sair de lugares em que não estamos nos adaptando, o mesmo ocorre com o local de trabalho. Trabalhar em uma empresa imobiliária em que cada setor pense e reflita sobre os seus relacionamentos internos é importante.

Portanto, um ambiente de trabalho deve proporcionar bons resultados à empresa. Deve conceber responsabilidades aos gestores, aumentando assim, a produtividade, a visibilidade e o desempenho do seu negócio.

Por fim, existem mais dicas que auxiliam na organização e no desenvolvimento de sua empresa imobiliária. Porém, acreditamos que essas dez são peças chave! Assim, você mantém o seu negócio sempre em uma crescente, mas claro, é necessário praticá-las.

Por isso, é indispensável que você conheça o seu negócio! Acompanhe e oriente os seus funcionários e os setores da sua empresa, para que todos possam progredir. Conheça cada ponto do seu negócio e realize testes do que funcionou melhor e o que não favoreceu, isso será primordial para manter o triunfo do seu negócio.

[Total: 2    Média: 5/5]