Imóveis encalhados: 5 estratégias para vender imóveis que estão parados no estoque

Sabemos que desafios são comuns e que fazem parte do seu dia a dia, como profissional atuante no mercado imobiliário. Entretanto, o que não deve ser recorrente é a falta da utilização de estratégias para minimizar as situações que dificultam a venda de imóveis, principalmente aqueles considerados encalhados ou parados. 

É compreensível que nem sempre todos os imóveis presentes na sua carteira sejam vendidos rapidamente, porém eles não podem permanecer parados e acabar gerando algum tipo de estoque fantasma. Ou até mesmo, causando uma falsa segurança de que você possui ainda negociações a serem fechadas e realmente efetivadas.

Nesse momento, é interessante realizar a pesquisa por argumentos e levar em consideração a aplicação de estratégias para que suas negociações passem da fase de atrair possíveis compradores e sim que concluam a venda, melhorando o desempenho da sua negociação imobiliária.

Quer saber como aumentar as suas chances de vender imóveis encalhados de uma vez?

A seguir, reunimos as principais estratégias para auxiliar você nos processos de venda e negociação desses imóveis.

5 principais estratégias para vender imóveis encalhados:

  1. Documentação na venda de imóveis;
  2. Aparência do imóvel;
  3. Avaliação periódica;
  4. A divulgação no mercado imobiliário;
  5. Técnicas de negociação de imóveis.

1. Documentação na venda de imóveis

Se existe um motivo que pode impedir a venda de um imóvel, é a documentação. E quando falamos em vender imóveis encalhados, é muito importante que todo esse processo burocrático de venda esteja regularizado e de acordo com a lei. 

Quando um cliente está em busca de um imóvel, ele também deseja uma negociação eficiente, simples e o mais transparente possível, e o seu papel como corretor(a) é o de diminuir ao máximo a interferência de burocracias com o seu cliente.

Dessa forma, é possível evitar futuras frustrações, imprevistos e até distratos por parte dos compradores, efetivando a venda. Ou seja, manter as documentações dos imóveis em dia e otimizar o tempo do seu cliente faz toda a diferença.

2. Aparência do imóvel

Outro fator que conta muito em meio ao processo de vender imóveis encalhados é a aparência externa e interna dos imóveis, um dos grandes motivadores de compra. Quem não gosta de entrar em um imóvel e ter uma boa primeira impressão, não é mesmo?

Primeiramente, fazer uma avaliação dos pontos positivos do imóvel que está parado, pode auxiliar no encontro dos seus diferenciais e vantagens que podem ser atrativas para o cliente, como boa localização e tamanho do imóvel. Assim como, fatores positivos relacionados mais a cômodos e áreas internas, também podem mudar a percepção do seu cliente.

Basicamente, cabe a você corretor(a) reunir todas as informações, verificando quais são mais atrativas (relacionadas a área externa ou interna do imóvel) e utilizar como argumento para auxiliar na decisão, no momento da venda.

É importante ressaltar que quando falamos de aparência de um imóvel, nos referimos a um conjunto e uma harmonia visual. Por isso, observar todos os detalhes e considerar possíveis melhorias com o vendedor, contribuem para vender imóveis encalhados e ainda serem mais valorizados.

3. Avaliação periódica

Se você possui um imóvel encalhado, é provável que ele esteja parado por um grande período de tempo e a realização de avaliações periódicas são indispensáveis, sendo um dos possíveis motivos que estejam impedindo você de vender um imóvel.

Você sabe que é a partir da avaliação periódica que se define a situação em que um imóvel se encontra. Por isso, a importância dessa avaliação em imóveis parados deve ser redobrada, pois como o nome já diz, os imóveis encalhados tendem a estar mais tempo sem movimentação e mudanças tanto na parte interna quanto externa podem modificar o valor da propriedade.

Dependendo do tempo em que o imóvel está disponível para a venda, por exemplo, a área em volta do seu imóvel pode ter sofrido alterações, como surgimento de novos estabelecimentos, pontos de transportes e entre outros. Fatores esses que podem ser benéficos, valorizando ainda mais o imóvel, como também o surgimento de causas que podem desvalorizar o imóvel.

Dessa forma, é a partir dessa avaliação periódica que você como corretor e o comprador irão conferir se o valor está realmente de acordo com o que o imóvel está oferecendo naquele momento, levando em consideração as taxas do mercado, condições do bairro e toda a estrutura do imóvel.

4. A divulgação no mercado imobiliário

Além de todos os fatores que envolvem o processo de venda de imóveis, saber realizar uma boa divulgação, principalmente online, contribui para atrair novos olhares e possíveis compradores que estejam de fato interessados no seu imóvel encalhado.

A internet se mostra cada vez mais como uma aliada. Estar atento às tendências de marketing imobiliário, que envolvem a utilização de vídeos, presença online da marca nas redes sociais, ferramentas de vendas digitais, anúncios e entre outros, podem aumentar a visibilidade do seu imóvel que está parado e assim, facilitar a venda.

Contudo, estar presente nas mídias online, não é sobre criar ou distorcer informações, a fim de chamar a atenção das pessoas, mesmo no ambiente online, é importante ser transparente, honesto e usar de práticas saudáveis para divulgar os seus imóveis encalhados.

5. Técnicas de negociação de imóveis

Como último tópico, mas não menos importante, aproveitar algumas técnicas de negociação para aplicar na sua rotina profissional, podem auxiliar muito você a manter uma boa transação e a vender imóveis encalhados de uma forma mais simplificada.

Em primeiro lugar, conhecer o perfil do seu cliente e utilizar de dados e pesquisas para reforçar os seus argumentos, auxilia você a ter aquela carta na manga para convencer a comprar aquele imóvel parado. Outro ponto, é saber analisar alguns empecilhos procurando sempre levar em conta todos os cenários possíveis da negociação e ainda não ter receio de guiar o seu raciocínio tirando todas as dúvidas com o cliente e sobre o que ele busca.

Comunicação é um fator óbvio, porém ainda é a causa de muitas negociações que ou estão em aberto ou não foram concluídas em consequência de uma desistência. Entretanto, saber se comunicar é um tópico muito importante de ser discutido e praticado, pois essa é uma das competências principais para uma negociação de sucesso.

Outra estratégia de negociação que está ganhando espaço no mercado imobiliário e que pode auxiliar você é a permuta de imóveis. Assim como o nome já diz, é uma troca entre bens móveis ou imóveis que pode facilitar e impulsionar as suas vendas. 

Na plataforma imobiliária Jetimob, por exemplo, é possível encontrar um espaço para cadastro e cruzamento de permutas, facilitando o processo para os corretores(a) de imóveis. Contudo, cabe a você verificar se os seus clientes estão dispostos a participar desse tipo de negociação. 

Portanto, mantenha-se em constante pesquisa e refinando os seus conhecimentos. Levar em consideração as estratégias citadas nesse post são necessárias para identificar o negócio ideal para a pessoa certa e assim, vender os imóveis que estão encalhados. 

Aplique essas estratégias na sua rotina profissional e mantenha-se atualizado acompanhando a Jetimob nas redes sociais!

E se ficou interessado em saber mais, recomendamos o nosso post sobre como vender imóveis para diferentes gerações, para você entender melhor o que motiva cada geração a comprar um imóvel. 

You've successfully subscribed to Jetimob Blog
Great! Next, complete checkout to get full access to all premium content.
Error! Could not sign up. invalid link.
Welcome back! You've successfully signed in.
Error! Could not sign in. Please try again.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
Error! Stripe checkout failed.
Success! Your billing info is updated.
Error! Billing info update failed.