Você já ouviu aquela frase “a propaganda é alma do negócio”? Bem, talvez o marketing seja a alma do negócio! Sem uma boa estratégia de marketing é muito difícil posicionar sua marca, produto ou serviço e fazer com que ele se torne sustentável. Mesmo o menor dos estabelecimentos usa alguma ferramenta de marketing para se promover. E com a propaganda imobiliária não seria diferente.

Primeiramente, entenda que marketing é diferente de propaganda: esta é uma ferramenta do marketing. Assim como PDV, promoções, layout de loja, uniforme, marca, etc., tudo faz parte do marketing. Por isso que quando for pensar em propaganda imobiliária, pense no todo – no marketing imobiliário.

O que é uma Estratégia de Marketing

A estratégia de marketing envolve pensar num plano de pelo menos 6 meses, com ações conjuntas que envolvam mídia online e offline e estejam de acordo com os objetivos do negócio. Por exemplo: se a sua imobiliária precisa ser mais reconhecida no mercado e captar mais clientes, todas as ações do seu marketing imobiliário (e da sua propaganda imobiliária) devem ser com este objetivo.

Isto significa definir a linha de comunicação, os canais de divulgação, a comunicação interna, a postura dos seus colaboradores, posicionamento da marca, etc.

Posicionamento de Marca

Posicionar sua marca leva tempo e depende de um trabalho consistente. Envolve a parte aparente, como a identidade visual (cores, logotipo, slogan e tudo que envolve o visual da sua marca/negócio) e a parte subjetiva (como você quer ser percebido pelo cliente).

Toda a sua comunicação deve refletir o seu posicionamento. Se você quer se posicionar na sua propaganda imobiliária como a marca (ou corretor) que mais vende imóveis, por exemplo, isto tem que estar explícito na sua comunicação, vídeos, slogan, conteúdo, etc. E claro, deve ser verdadeiro.

Para ser lembrado, você deve estar presente na mente do cliente e dos seus prospects. A propaganda serve para isso. Deve ser constante e potencializada em campanhas específicas ou datas promocionais.

Invista em material gráfico bem feito, num site responsivo, em estratégias de marketing digital e suas ferramentas. Vale a pena também dedicar esforço para estar bem posicionado nas ferramentas de busca, especialmente o Google Adwords, na ferramenta de busca de palavra-chave do SEMrush, entender da parte de métricas com o Analytics. Se você tiver como, invista num profissional ou agência para fazer este trabalho e deixar você focado nas vendas.

Propaganda imobiliária

Não existe uma receita pronta, você terá que testar vários tipos de propaganda para ver quais estão funcionando melhor. Tem questões que impactam na efetividade da sua propaganda imobiliária:

  • Horários de postagens em redes sociais
  • Chamadas e textos que engajem e seja criativos
  • Tipo de conteúdo
  • Qualidade das Fotos
  • Anúncios em jornais/revistas e outras mídias offline (se estão bem posicionados)
  • Reputação da sua marca
  • Portfólio de produtos
  • Time de vendas…

É um conjunto de coisas que precisa funcionar como uma orquestra. Não adianta fazer uma campanha impactante, que gerem muitos “likes” na sua página e leve seus clientes até sua loja, se chegando lá seu time não está preparado para fazer a conversão.

Atualmente, os vídeos e fotos 360º e realidade virtual têm feito bastante sucesso nas estratégias de marketing imobiliário. Mas não subestime as mídias tradicionais, como o jornal. Uma parte do seu público pode ainda ser mais tradicional e ter o velho hábito de olhar os classificados de imóveis.

Onde comunicar?

A efetividade da conversão depende de um conjunto de fatores estratégicos. Um deles, talvez o principal, é conhecer com quem se fala, ou seja, você deve conhecer o seu público para saber como chegar até ele de maneira efetiva. Para facilitar esse entendimento, uma dica é criar personas que representem diferentes clientes em diferentes situações da vida: nome, idade, capital econômico e social, etc. Portanto, tudo começa com a definição do seu público, entender a linguagem dele, o que ele busca, quais são suas dores. A partir deste entendimento você consegue fazer sua propaganda imobiliária com este olhar, usar um texto que reflita este público, escolher melhor os canais de comunicação e quais as redes sociais mais eficazes.

O Facebook e o Linkedin são ótimas plataformas para trabalhar o produto imobiliário, mas têm linguagens diferentes.

Através do Facebook, as vendas são mais direcionadas através da geração de conteúdo, posts de fotos, vídeos explicativos, treinamentos online, etc. Já o Linkedin é mais profissional e direcionado ao relacionamento com o cliente e parceiros.

Outra alternativa é o Instagram, que trabalha com fotos e uma interação mais “cara a cara”, através dos instastories. A plataforma é uma boa opção para fazer a exposição dos imóveis que estão à venda, podendo mesclar com algo mais conteudista. Tenha uma padronização para as postagens, poucas coisas são tão agradáveis ao olhar quanto um feed bem organizado!

Dicas para uma boa propaganda imobiliária

São 3 as partes principais de um anúncio: título, descrição/imagem e contato.

1. Título

O título é um item muito importante do seu anúncio, pois é ele que vai despertar a atenção, principalmente se você não usar uma imagem (o que não é recomendado). Ele precisa ser objetivo, mas destacar um super benefício ou desconto. Pode ser criativo e usar uma metáfora ou ditado, por exemplo, mas deve estar ligado ao resto do anúncio. A função do título na sua propaganda imobiliária não é só chamar a atenção, mas também posicionar bem nos rankings dos portais, na busca do Google.

2. Descrição

Novamente, a descrição precisa considerar palavras chaves para que você fique bem posicionado nas buscas e rankings. Mas a propaganda também deve ter uma descrição interessante do seu imóvel, ressaltar os benefícios do produto, falar do preço (sei que muitos tem receio de colocar o preço, mas o consumidor quer ver o preço, isso passa transparência). Ao passo que o título deve ser curto e objetivo (uma chamada para atrair o cliente logo de cara), a descrição deve ser mais elaborada e complementar ao título.

Evite colocar textos grandes de forma corrida. Use os “bullets” (tópicos) para deixar a leitura mais leve. E conte uma história, traga vida ao seu imóvel. Se for usar imagem, siga a risca as dicas de como fazer imagens para divulgar imóveis (colocar link para o artigo sobre o assunto). Use pelo menos 300 caracteres de texto e coloque o endereço completo.

3. Contato

Obviamente, você não deve esquecer de destacar as formas de contato para o seu cliente te encontrar. Telefone, link para o site, redes sociais, e-mail. Escolha o que mais se apropria para o tipo de anúncio e para o perfil do seu cliente.

Exemplos

Confira abaixo exemplos de práticas boas de propaganda imobiliária.

Exemplos de bons webcards para imobiliárias

Resumindo, sua propaganda imobiliária deve refletir sua estratégia de marketing e seu posicionamento de marca. Deve ter claro qual o público quer atingir e fazer uso de imagens de forma adequada. A propaganda imobiliária também deve cuidar do português, ser claro no que quer dizer. Sempre revise seus textos!

[Total: 18   Average: 3.6/5]